Postagens

Tarifa de ônibus sobe 83% acima da inflação no governo Udo

Imagem
Em apenas dois anos de governo Udo Döhler, os aumentos na tarifa de ônibus já são 83% maiores do que a inflação no período. É o que mostra o cálculo levando em conta a variação do Índice Nacional dos Preços do Consumidor (INPC),  entre janeiro de 2013 e novembro de 2014.
Enquanto a inflação foi de 11,13% nos últimos dois anos, a tarifa de ônibus subiu 20,60% no mesmo período. A soma não inclui a inflação de dezembro, ainda não divulgada pelo governo federal.
Na gestão Udo, as tarifas de ônibus iniciaram em R$ 2,75 e, a partir do próximo dia 12 de janeiro, passarão a ser de R$ 3,25. A tarifa embarcada está beirando os quatro reais, ao chegar a absurdos R$ 3,70.
Protesto 
Na próxima quarta-feira, movimentos sociais planejam um protesto contra os abusivos aumentos na tarifa de ônibus. O ato está marcado para às 18 horas, na Praça da Bandeira. Há um evento no Facebook para divulgar a iniciativa (disponível em http://on.fb.me/1BpA6sn).

Promessas de ano novo

Imagem
Fim de ano sempre é tempo de promessas, planos e de sentar na cadeira para traçar objetivos para o ano que se inicia. Para 2015, um de meus objetivos é reativar este já antigo blog, que por muito tempo ficou parado.

Às vezes, este mesmo espaço serviu de site das campanhas que concorri, em 2010, 2012 e 2014. Porém, agora, quero fazer dele um espaço de opinião sobre o que ocorre a nossa volta, em Joinville, em Santa Catarina, no Brasil e no mundo.

Sei que um blog é pouco esforço para objetivos mais nobres, mas se for possível ajudar a estimular o debate, exibir outros pontos de vista, mostrar que existem outros caminhos para se viver, por que não tentar?

Então comecemos neste 1º de janeiro. Mais que primeiro dia do ano ou data da posse da presidência da república e dos 27 novos governadores e governadoras, o primeiro de janeiro é um dia especial na história da humanidade.

É aniversário da revolução cubana.

Nos 56 anos desta importante (e viva!) revolução, nossos amigos do Caribe obtive…

Presentão de Natal

Imagem
O prefeito Udo Döhler deverá decidir nos próximos dias se acata o pedido de mais um aumento abusivo nas tarifas de ônibus da cidade nos próximos dias. 

A jogada ensaiada em nada diferencia o governo Udo de seus antecessores Tebaldi (PSDB) e Carlito (PT). O roteiro é simples: as empresas aparecem no final do ano, chutando alto no pedido de aumento da tarifa. O prefeito de plantão (no caso, Udo), dá um "aumento menor" e posa como se estivesse enfrentando os interesses das empresas de ônibus (quando de fato, estão ligados até a medula). Um belo presente de Natal para a população.

Desta vez, o "bode na sala" é uma tarifa de R$ 3,40. Caso concedida integralmente, representa um acréscimo de quase 14% no preço atual. A época natalina é escolhida justamente por ser o período em que a cidade se esvazia por conta das férias, festas e migração em massa para o litoral catarinense.

Quem mais sofre com os sucessivos aumentos na tarifa de ônibus são os cerca de 21 mil estudantes de …

Minha posição sobre o segundo turno

Imagem
Peço licença a todos e todas que nos seguem nas redes sociais ou em nossa página, para dar minha humilde contribuição neste debate sobre o futuro do país e sobre o segundo turno das eleições presidenciais. Como agente político, militante, dirigente partidário e candidato nas últimas três eleições, não poderia deixar de me pronunciar sobre este singular momento que vivemos no Brasil e em Santa Catarina.

Se Santa Catarina decidisse as eleições brasileiras, Aécio Neves teria ganho em primeiro turno, com quase 53% dos votos. Estes números mostram, por um lado, o enfraquecimento do PT local como alternativa a hegemonia conservadora, e por outro, a necessidade de fortalecermos os novos partidos que não abandonaram os ideias de uma sociedade justa, solidária, libertária e socialista.

É certo, em nossa opinião, afirmar que muitas reformas importantes para o Brasil não avançaram no governo Dilma. É certo afirmar que a política economica, os recuos nas áreas de direitos humanos, as alianças com o…

Muito obrigado!

Imagem
Quero agradecer imensamente a todas e todos que depositaram um voto de confiança numa proposta alternativa, de mudança social pela esquerda. Me sinto honrado em receber 5.807 votos em nosso estado, a grande maioria deles em minha cidade, Joinville. 

Agradeço a cada um e cada uma que se empenhou nesta tarefa, pediu votos, conversou com amigos e familiares, e claro, todas e todos que colaboraram com a campanha, seja com braços, pernas e cérebro, seja com dinheiro, ou ainda, colocando nossos adesivos no carro, na roupa ou em casa. Meu muitíssimo obrigado. 

Seguimos na luta, na construção de uma sociedade mais justa, humana e igualitária.

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil

1. A origem dos protestos está ligada a luta contra as tarifas nos transportes públicos. Estes protestos ganharam relativa força nos últimos 10 anos, iniciando na Revolta do Buzu (Salvador, 2003), nos protestos de massa - porém não tão famosos - em Joinville (2003), e nas duas Revoltas da Catraca em Florianópolis (2004-2005), que obtiveram as primeiras vitórias de redução de tarifas deste século.

2. A transfiguração do PT enquanto partido transformador, sua chegada ao poder central e adaptação à ordem vigente, criou uma "crise de representatividade". Em outras palavras, aos olhos do senso comum, nossa "única" possibilidade de mudança real "se perdeu". Sem alternativa, fortaleceu-se no seio dos movimentos sociais e da sociedade o sentimento de apartidarismo ou anti-partidarismo, culminando na criação de movimentos como o Movimento Passe Livre (MPL).

Estamos de volta!

Depois de um longo período de "férias" prolongadas do nosso Blog, estamos de volta para dar uma outra visão sobre o que acontece em Joinville, Santa Catarina e no Brasil. Fiquem ligados no Blog do Camasão!