DEM fará "terrorismo"?



O prefeito de Chapecó, João Rodrigues (DEM, na foto) esteve na convenção do DEM de Joinville para discursar a favor de Darci de Matos (DEM). Rodrigues falou, em um ato de terrorismo político, que uma possível vitória do PT faria a General Motors (GM) ir embora da cidade, assim como aconteceu no governo petista de Olívio Dutra no Rio Grande do Sul.

As duas situações são diferentes. O PT de Joinville foi entusiasta do pacote de incentivos fiscais: Marquinhos Fernandes foi a favor na Câmara, e a vinda da fábrica teve apoio de Ideli Salvati e Carlito Merss. Com exceção de Adilson Mariano, a vinda da GM foi apoiada pelos petistas.

A pergunta é: será que a atitude de Rodrigues ganhará corpo caso o DEM caia nas pesquisas de intenção de voto?

Comentários

foradelugar disse…
Leo
voltei ativa com o Vivo na Cidade e já passei aqui para saber das últimas do cenário institucional dos partidos.
:-)
abraço

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil