PPS campeão de viagens


Após grande parte da imprensa brasileira publicar material sobre a tal "farra das passagens", o periódico A Notícia decidiu investir no assunto regional e localmente. Em Santa Catarina, o deputado federal campeão em viagens é Fernando Coruja (PPS), líder do PPS no Congresso Nacional, e um dos maiores professadores do discurso ético na política. Coruja fez 19 viagens ao exterior, contra 14 do segundo "mais viajão", Nelson Goetten (PR).

Já em Joinville, o PPS também é o campeão de gastos com viagens e diárias. Ao contrário do Congresso Nacional, as viagens não são internacionais e são realizadas em via terrestre. Ao todo, a Câmara dispendeu quase R$ 24 mil em viagens em apenas quatro meses do ano legislativo. Nesse ritmo, caso a média se mantenha, serão gastos R$ 287 mil nos quatro anos de mandato somente com viagens.

O número de viagens em sí não é tão importante, mas sim, o quanto é gasto de dinheiro público nessas viagens. O vereador Juarez Pereira (PPS) é o campeão de despesas, e gastouR$ 4.240 em quatro viagens entre janeiro e março. No levantamento realizado por A Notícia, não estavam contabilizados os gastos de abril.

Juarez gastou em média R$ 1.413,33 por mês com diárias, cursos e passagens. O valor é mais alto do que o piso de muitas categorias profissionais, como professores e jornalistas, por exemplo.

O presidente da Câmara, Sandro Silva, também do PPS, é o segundo em gastos, com R$ 3.275 entre janeiro e abril. A média mensal de gastos com viagens é de R$ 818,75. Sandro ainda tem uma boa justificativa para viajar bastante - é presidente da Câmara e deve representar o poder legislativo em eventos, fóruns, etc.

Entre os vereadores que gastaram mais de R$ 3 mil em viagens, ainda aparecem Jucélio Girardi (PMDB) com R$ 3.570 (entre janeiro e abril, gasto médio de 892,50) e Odir Nunes (DEM), com R$ 3.490 (entre janeiro e março, gasto médio de R$ 1.163,33).

Veja abaixo, a lista com o gasto total e o gasto médio com viagens dos outros vereadores.

Alodir Alves de Cristo (DEM)
R$ 2.665 (média de R$ 666,25/mês)

Roberto Bisoni (PSDB)
R$ 2.200 * (média de R$ 733,33/mês)

Joaquim Quinzinho (PSDB)
R$ 1.410 (média de R$ 470/mês)

Maurício Peixer (PSDB)
R$ 1.175 (média de R$ 293,75/mês)

Osmari Fritz (PMDB)
R$ 940 * (média de R$ 313,33/mês)

Manoel Francisco Bento (PT)
R$ 275 (média de R$ 68,75/mês)

Adilson Mariano (PT)
R$ 235 (média de R$ 58,75/mês)

Viagens não contabilizadas no levantamento (realizadas em abril)
Belini Meurer (PT), Dalila Leal (PSL), James Schroeder (PDT) e Patrício Destro (DEM)

Não viajaram
João Rinaldi (PT), Lauro Kalfels (PSDB), Tânia Eberhardt (PMDB) e Zilnete Nunes (PP)

* Dados e médias calculadas com gastos divulgados entre janeiro e março. Os outros casos se referem entre janeiro e abril. Fonte: A Notícia

Comentários

Upiara Boschi disse…
São oito as viagens de abril.
No Jornal do Município só saíram os relatórios de fevereiro e março até agora. Mas eu incluí no número de viagens os oito vereadores que estavam viajando na sexta-feira.

Faziam curso em Curitiba o Odir, o Destro e o Bisoni. Estavam em Maringá, conhecendo o lixão deles, Belini, James, Juarez, Osmari e Dalila.
Leonel Camasão disse…
Valeu pela correção, Upiara :D

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil