Lembrem de Colombo em 2010

A

A



O senador Raimundo Colombo (DEM)
firmou compromisso por escrito com a Associação Empresarial de Joinville (Acij) de que votará contra projeto que reduz a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais.

O senador Neuto de Conto (PMDB) também assinou compromisso. Ideli Salvatti (PT) só não apareceu pois estava em Brasília no lançamento do marco regulatório do pré-sal.

Para a Acij, reduzir a jornada é um "equívoco". Pode arrasar a economia e os pobres empresários não darão conta de manter seus funcionários.

A abolição da escravatura também era considerada um "equívoco" pelos grandes fazendeiros e latifundiários em 1888. Iria, igualmente, arrasar a economia.

Se dependesse deles, ainda trabaharíamos 16 horas por dia.

Se dependesse deles, não teríamos mais férias, 13º salário, fundo de garantia.

Se dependesse deles, as leis trabalhistas já tinham ido para o saco.

Se dependesse deles, só os pobres pagariam impostos.

Em 2010, lembrem com muito carinho do senador Raimundo Colombo. A Acij já decide coisas demais nessa cidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil