Tucanos de Joinville: só gente boa

A

A direção Municipal do PSDB de Joinville está com um time bastante complicado. Na presidência, o ex-prefeito Marco Tebaldi (PSDB), que dispensa comentários.

Na vice-presidência, Norival Silva, que acaba de ser condenado a 12 anos por corrupção passiva e formação de quadrilha, acusado de cobrar quse R$ 1 milhão dos fornecedores da secretaria estadual da saúde.

Na tesouraria, Walkíria Lennert, acusada de desviar móveis da secretaria de educação para o comitê eleitoral de Darci de Matos (DEM), durante as eleições 2008.

Certo é que o governo do PT vai mal. Mas certo é que os tucanos vão sem moral.


Comentários

bb disse…
Filho... um dos melhores posts dos últimos anos, faltou citar que boa parte da kk do governo PT é herança do Teba, como por exemplo o possível aumento de 70% no IPTU de alguns imóveis por conta da irresponsábilidade da administração anterior que não fez cumprir a lei e ainda teve a cara de pau de na figura do Senhor Secretário da Fazenda na gestão PSDB, PMDB e DEMonios, Nelson Corona de dizer que não se lembrava o motivo pelo qual a cobrança não estava sendo feita.
BLOG DO TEBALDI disse…
Leonel

Cabe ressaltar que a Executiva foi renovada. O vice-presidente é o advogado Álvaro Cauduro e o tesoureiro é o ex-presidente da Câmara Fabio Dalonso. Os citados não fazem parte mais da Executiva.
Leonel Camasão disse…
Caro ex-prefeito.
As informações foram obtidas no site do Tribunal Regional Eleitoral, (TRE), onde constam esses nomes. Lá, também é informado que o mandato dessa comissão se extenderá até 16-09-2010.
Leonel Camasão disse…
Segue o Link

http://www.tre-sc.gov.br/sgip/servlet/partServlet/consultaPartido?codDirPart=14255
nilton1976 disse…
os tucanos voa baixo,ai é só dar uma pancada,o PMDB demorou pra ser desmascarado,o PSDB mal perdeu a presidencia e ja caiu,o pSDB é fraco.

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil