Congresso em Foco: Gravação deflagra esquema de desvio de dinheiro envolvendo Paulo Bauer, Fábio Dalonso e Acélio Casa Grande

A

Uma gravação obtida pelo site Congresso em Foco (ouça aqui) deflagrou um suposto esquema de desvio de verbas e contratação de funcionários fantasmas envolvendo o Secretário de Estado da Educação de Santa Catarina, Paulo Bauer (PSDB), o deputado Acélio Casagrande (PMDB) e o ex-vereador Fábio Dalonso (PSDB).

Segundo o Congresso em Foco, o desvio ocorria através da contratação de funcionários fantasmas no gabinete de Acélio Casagrande, do PMDB de Criciúma. O salário da funcionária em questão era repassado diretamente para Fábio Dalonso, para financiar a campanha tucana em Joinville. Bauer e Dalonso sairiam em dobradinha, o primeiro a federal e o segundo a estadual.

Para entender o esquema

Paulo Bauer não se reelegeu para a Câmara dos Deputados em 2006. Após perder a eleição, assumiu a secretaria de Educação no governo Luiz Henrique da Silveira (PMDB). Em 2008, com a vitória de Djalma Berger (na época PSDB, hoje, PSB) para a prefeitura de São José, Bauer poderia assumir a cadeira na Câmara, mas manteve-se na secretaria. Quem subiu em seu lugar foi justamente Acélio Casagrande.

Na gravação, datada de 27 de maio de 2009, Bauer admite que Acélio contratava, a seu pedido, a servidora Luzia Ribeiro dos Santos, na função de secretária parlamentar SP-28, maior salário da categoria, com ganhos de R$ 4.008. Todo o dinheiro seria repassado para Fábio Dalonso, para financiar a campanha de 2010.

“Bom, a verdade é a seguinte. Os que eu contratei todos trabalham (...). Só uma pessoa de Brasília que foi colocada, a meu pedido (...). Tanto é que o dinheiro que essa mulher recebe é passado mensalmente, pro Fábio Dalonso, dia 20, 25”, afirma Bauer na gravação.

Leia as reportagens do Congresso em Foco:

Em grampo, deputado admite ter servidor fantasma

Ex-servidora diz que seu salário era entregue a Bauer

Deputado licenciado e ex-vereador negam repasse de dinheiro

Leia trecho da conversa gravada

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil