Por 60 dias na Alesc, Angela Albino troca coligação com PDT pelo PT em 2010



O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) rompeu o acordo prévio estabelecido com o Partido Democrático Trabalhista (PDT) em dezembro de 2009, que pretendia manter as siglas unidas nas eleições 2010.

O acordo não foi para frente porque o PT conseguiu seduzir o PCdoB de uma maneira bastante eficaz. Petistas ofereceram mais dois meses de mandato para Angela - que é primeira suplente do PT na Assembleia Legislativa - com a licença do deputado Padre Pedro Baldissera. Em troca do mandato e da visibilidade, o PCdoB anunciou apoio oficial à pré-candidatura de Ideli Salvatti (PT) ao governo de Santa Catarina.

Em dezembro de 2009, Angela Albino (PCdoB) e Manoel Dias (PDT) assinaram uma "carta de intenções", que objetivava a reedição a coligação realizada em Joinville e em Florianópolis em âmbito estadual.

Para Angela, a troca é boa, já que pretende concorrer a deputada estadual em 2010. Dessa vez, ela quer ser mais do que suplente.

Sem a coligação com os "comunitas", o PDT aumentou seu passe, sendo cogitado para inclusive compor de vice na chapa de outra Angela: a Amin.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil