Mariela Castro lidera parada Gay em Cuba

A "primeira filha" de Cuba, Mariela Castro, participou nesse final de semana de uma marcha pelos direitos homossexuais, em Havana, Cuba. Coordenadora do Centro Nacional de Educação Sexual, Mariela defende uma lei que reconhece uniões de casais do mesmo sexo, assim como direitos de herança. Também dá aos transexuais o direito de se submeter a cirurgias de mudança de sexo, além de permitir que eles troquem de nome em suas carteiras de identidade - tendo ou não feito a operação.

Segundo o portal de notícias G1, caso aprovada, a lei cubana seria uma das mais "liberais" (entendam avançadas, por favor) da América Latina. A única omissão do novo projeto refere-se a adoção de crianças.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil