Ideli cumpre a palavra e "corta cabeça" de diretor do ICMBio contrário a Estaleiro em Biguaçu

A senadora e candidata ao governo de Santa Catarina Ideli Salvati (PT) cumpriu sua palavra e mandou "cortar a cabeça" dos diretores do ICMBio contrários a instalação do Estaleiro de Eike Batista em Biguaçu. Neste dia 15, foi publicado no Diário Oficial da União a exoneração de Apoena Calixto Figueiroa do cargo de Chefe da Unidade Avançada da Estação Ecológica de Carijós.

Em julho de 2010, o jornalista Moacir Pereira publicou a seguinte nota:

Das duas conversas mantidas com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em Brasília, a senadora Ideli Salvatti firmou convicção de que “cabeças vão rolar “ no Instituto Chico Mendes em Santa Catarina.

Apoena era um dos opositores do empreendimento, pois ele pode causar danos irreversíveis ao meio ambiente na região de Florianópolis. Além de prejudicar fortemente a cultura pesqueira local, o estaleiro pode dizimar todo o ecossistema, incluindo aí a extinção de uma espécie de golfinhos e outra de estrelas do mar únicas no mundo, que só se reproduzem naquela região do litoral catarinense.

Veja a portaria na íntegra

“PORTARIA Nº 485, DE 13 DE SETEMBRO DE 2010

O PRESIDENTE DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE, no uso das competências atribuídas pelo Decreto nº. 6.100, de 26 de abril de 2007, e pela Portaria nº. 532/Casa Civil, de 30 de julho de 2008, publicada no Diário Oficial da União de 31 de julho de 2008, resolve:

Exonerar APOENA CALIXTO FIGUEIROA, CPF 268.740.448-93, do cargo em comissão de Chefe de Unidade Avançada, Código DAS-101.1, da Estação Ecológica de Carijós/SC, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

RÔMULO JOSÉ FERNANDES BARRETO MELLO”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil