Virada no Amapá: Randolfe cresce 15 pontos em duas semanas e está em segundo lugar na disputa ao senado


A recente reviravolta política ocorrida no Amapá virou o jogo da disputa eleitoral para o Senado. Líder nas pesquisas há 15 dias, o ex-governador Waldez Góes (PDT) perdeu 16% desde o início da campanha eleitoral. O quadro se agravou porque o candidato foi preso pela Polícia Federal na semana passada, acusado de desvio de recursos da educação.

O maior beneficiado com a queda de Góes nas pesquisas é o candidato do PSOL, o ex-deputado estadual Randolfe Rodrigues. Em 15 dias, o socialista cresceu 15 pontos percentuais e agora aparece tecnicamente empatado com Góes e Gilvam Borges (PMDB), todos disputando a segunda vaga ao senado. João Capiberibe (PSB) - que concorreu a prefeito de Macapá com Randolfe na vice - lidera a pesquisa com 39%, tendo subido nove pontos.

O acompanhamento histórico das pesquisas no Amapá mostra as tendências de queda de Góes e crescimento de Capiberibe e Randolfe (ver imagem).

Com a virada, é possível que o PSOL eleja dois senadores no próximo 3 de outubro. Além de Randolfe no Amapá, Heloísa Helena lidera as intenções de voto em Alagoas.

Comentários

Agora são oooouutros 500! É Randooooolfe Senador!

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil