Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Quatro chapas disputam DCE da UFSC

Ao contrário das previsões, as eleições para o DCE da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) terão quatro chapas na disputa, e não cinco. Um acordo de última hora entre dois grupos distintos diminuiu o número de concorrentes.

A Chapa 1 - "Rosa dos Ventos" representa o grupo de situação na gestão do DCE. Participam da chapa o Coletivo 21 de Junho e independentes. Dos 99 membros inscritos, uma integrante é do PSOL. A chapa conta com apoio dos campos Contraponto e Levante, ambos coletivos nacionais do Movimento Estudantil.

A Chapa 2 - "Vez e Voz", possui 86 membros, e possui diversos coletivos de esquerda. O maior deles é a Juventude Comunista Avançando (JCA). Participam ainda o Coletivo Barricadas, União da Juventude Comunista (UJC), Esquerda Marxista (EM) e independentes.

A Chapa 3 - "Pra dizer mais sim do que não", tem a participação da União da Juventude Socialista (UJS), Juventude Demolay (Maçonaria), entre outros estudantes mais alinhados ao campo …

Eleições para o DCE da UFSC devem ter cinco chapas

Imagem
As inscrições para as eleições para o Diretório Central dos Estudantes Luiz Travassos (DCE/UFSC) começam e terminam hoje, na Universidade Federal de Santa Catarina. As movimentações indicam que até cinco chapas podem concorrer ao pleito.
A chapa de situação, integrada por membros do Coletivo 21 de Junho e independentes, administra o DCE há duas gestões (Boas Novas e Canto Geral), e tentará um terceiro mandato. A chapa Canto Geral venceu em 2009 com 59% dos votos.
As duas chapas que concorreram em 2009 - "Luta e Poesia" e "Ousar Lutar" voltam à disputa. A primeira é uma iniciativa de estudantes que constroem a Assembleia Nacional de Estudantes Livre (Anel), uma dissidência da UNE.
A segunda era composta por membros da Juventude Comunista Avançando (JCA), que fizeram uma boa votação. Eles devem ter o reforço dos coletivos Barricadas e União da Juventude Comunista (UJC), ambos com pouca expressão na UFSC.
A novidade nas eleições devem ser as chapas da União da Juventud…

PSOL confirma segunda cadeira ao senado com aplicação do Ficha Limpa

Imagem
O PSOL confirmou ontem a sua segunda cadeira no Senado Federal. O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, na noite desta quarta-feira, a inelegibilidade de Jader Barbalho (PMDB-PA), que concorreu ao cargo de senador pelo Pará. A decisão se deu no julgamento do caso Ficha Limpa, que ainda não possuía jurisprudência.
A votação no STF empatou em cinco a cinco. Com o resultado, houve o entendimento de que a decisão da instância imediatamente inferior - o Tribunal Superior Eleitoral - haveria de ser aplicada. Houve nova votação para confirmar se era esse o entendimento, ficando em 7 a 3 pela aplicação do Ficha Limpa neste ano.
Com a decisão, a senadora eleita Marinor Brito irá assumir a vaga em fevereiro de 2011. Marinor obteve mais de 400 mil votos, tendo alcançado 27% do eleitorado.

Aluna do CCS apresenta monografia sobre ME de medicina

Imagem

Chapa de oposição toma posse no Sintracarnes em Chapecó

Imagem
Os diretores-eleitos do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Chapecó (Sintracarnes) tomaram posse neste domingo. O ato foi realizado na sede da entidade sindical e contou com a participação de representantes da Justiça e da Polícia Federal, o que garantiu transição tranquila de direção do Sintracarnes.Ver Galeria de Imagens da Posse do SintracarnesA gestão derrotada nas eleições estava no comando do sindicato há 22 anos, sem a realização de eleições para a escolha de sua diretoria. Ligado à Força Sindical, o sindicato foi obrigado judicialmente a realizar eleições, graças a intervenção do MP-SC.Até o último segundo, membros da Força Sindical recorreram para impedir a posse do sindicato pela chapa eleita democraticamente pela categoria. A Polícia Federal e representantes da Justiça acompanharam o evento para entregar a liminar que garante a posse da chapa 2.Após a posse, foi realizada assembleia, com participação intensa dos trabalhadores nas indústrias d…

Tropa de Elite 2 e a vida real

Imagem
Por Bruna Ballarotti*Ontem finalmente consegui assistir Tropa de Elite 2. Com o desafio de manter a qualidade e o sucesso do longa que o antecedeu em 2007, Tropa de Elite 2 não deixa duvida: missão dada é missão cumprida. E eu diria mais, o segundo supera, em muito, o primeiro. Não apenas o supera, como o redime. Vou explicar.Atenção/ “Spoiler Alert”: se você ainda não assistiu o filme, esse post pode tirar algumas surpresas.
Se você quer conhecer mais sobre o homem que inspirou o personagem Fraga, seu nome é Marcelo Freixo e ele presidiu a CPI das Milícias do RJ em 2008. Relatório aqui
O primeiro filme tem como tema a violência urbana no Rio de Janeiro, o tráfico de substâncias ilícitas e as ações do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais). A narração é feita pelo Capitão Nascimento, em busca de um substituto para comandar seu esquadrão, já que seu filho está prestes a nascer. No decorrer da história, temos também a trajetória de Matias, policial negro e inteligente, “aspira” …

A esquerda unida

Por Plínio Arruda Sampaio

Passado o 2º turno é indispensável que os partidos comprometidos com o socialismo construam juntos condições para a retomada da unidade na ação política. Por Plínio Arruda Sampaio. Foto: Fábio Nassif

Passado o 2º turno é indispensável que os partidos comprometidos com a revolução socialista construam juntos condições para a retomada da unidade na ação política

Se os partidos que compuseram em 2006 a Frente de Esquerda (PSOL, PSTU e PCB) tivessem enfrentado unidos a disputa eleitoral deste ano certamente os resultados eleitorais teriam sido melhores para todas as agremiações e para a esquerda brasileira. As votações das três candidaturas somadas totalizam 1.010.561 votos. Unidos, talvez tivéssemos sido depositários da confiança de mais de 1% da população, para quem mais uma vez ficou a impressão de que a esquerda nunca se une. No Rio de Janeiro, talvez tivesse sido possível ao PSTU eleger o primeiro deputado federal da sua história, ampliando a bancada de esquerd…

Campanha Defendendo os rios da Amazônia

"Impasse" no Clube de Cinema, hoje às 19 horas

Em maio e junho de 2010, milhares de pessoas foram às ruas de Florianópolis para protestar contra o aumento da tarifa do transporte coletivo. Além de cenas que não foram exibidas em nenhuma tevê, incluindo flagrantes de violência durante os atos públicos, Impasse revela o que pensam usuários, trabalhadores, especialistas e empresários do transporte. Expõe as contradições e as diferenças de posição dos estudantes, dos representantes do governo municipal e do governo estadual. Discute questões que se entrelaçam e se completam: Por que a cidade se tornou um símbolo na luta pelo transporte público? O que aconteceu durante a ação da polícia militar na Universidade do Estado de Santa Catarina? Por que a mobilidade urbana é um dos grandes temas do século XXI? Existe, afinal de contas, saída para este impasse?

Governo do Estado dá calote no 8º Joinville Jazz Festival

Imagem
A organização da 8ª edição do Joinville Jazz Festival comunicou, no início da tarde desta sexta-feira, o adiamento da programação do festival. O governo do estado, que já havia aprovado verbas para o projeto, comunicou que não irá repassar os recursos por falta de verbas.

O comunicado pegou o Instituto Jazz Festival de surpresa, já que o início da programação estava previsto para iniciar na semana que vem.

Esse tipo de tratamento na política de cultura em Santa Catarina não é novidade. Mais de 200 projetos culturais aprovados pelo Edital Elisabete Anderle - simlar ao Simdec em Joinville - também levaram calote do governo Luiz Henrique/Pavan. Outro exemplo de desaso é o Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, em reforma há dois anos, estando fechado para o público.

Leia abaixo a nota do Instituto Joinville Jazz

A 8ª edição do Joinville Jazz Festival, programada para acontecer de 22 a 24 de outubro de 2010, foi adiada. O mais importante e destacado projeto de música instrumenta…

O meu amor

Heloísa Helena pede afastamento da presidência do PSOL

Imagem
Afrânio Boppré deve assumir presidência interina do partido

A presidente nacional do PSOL, a vereadora Heloísa Helena, formalizou nesta terça-feira seu afastamento definitivo do cargo. Heloísa já não exercia qualquer a presidência do PSOL - nem comparecia às reuniões do Diretório Nacional - desde abril de 2010.

Com o afastamento, o secretário geral do PSOL, Afrânio Boppré, deverá assumir a presidência interina do partido até que seja indicado um substituto. Afrânio é presidente do PSOL em Santa Catarina, tendo sido vice-prefeito de Florianópolis e deputado estadual por duas vezes (2000-2002/2003-2006).




Derrotas

Desde o 2o Congresso Nacional do PSOL, Heloísa Helena tem sofrido derrotas constantes dentro e fora do PSOL. Ela foi a maior defensora - junto à deputada Luciana Genro (RS) - de uma coligação com Marina Silva (PV), proposta rejeitada por ampla maioria do partido após intenso debate interno.

Nas prévias para a escolha do candidato a presidente da república, o candidato qde Heloísa …

GRAF faz intervenção pela descriminalização do aborto em Chapecó

Imagem
O Grupo de Ação Feminista (GRAF) de Chapecó realizou uma intervenção no monumento "O Desbravador", bastante conhecido na cidade, por conta das recentes polêmicas em relação ao aborto.

O tema ocupa a propaganda eleitoral de forma rasteira, apelando para o lado religioso e escondendo o problema de saúde pública que se tornou a interrupção da gravidez.

O GRAF é um grupo de ação Feminista e anti-racista formado por mulheres e homens feministas que lutam pelos direitos das mulheres, equidade e igualdade nas relações de gênero.

O GRAF possuí também um blog, disponível aqui.

Uma homenagem ao Movimento Estudantil

Imagem
Rodrigo Sartoti*

O PET-Direito da Universidade Federal de Santa Catarina promove entre os dias 25 e 29 de outubro de 2010 o Seminário Direito e Ditadura, visando trazer para a Academia um debate crítico acerca dos 21 anos de ditadura militar no Brasil. Muito embora seja lugar-comum analisar a ditadura militar brasileira como uma página virada na nossa História, nós, do PET-Direito, queremos mostrar que, após 25 do fim do regime autoritário, ainda permanecem fortes alguns resquícios deste período: basta observar a cultura de violência que ainda permanece nas instituições de polícia, a dificuldade em abrir os arquivos daquela época e a polêmica Lei de Anistia. Diferentemente dos nossos hermanos do Chile e da Argentina, nós não tivemos uma justiça de transição após a ditadura; isso nos impôs uma “democracia” maculada pela obscuridade do signo da ação autoritária. De acordo com a ONU, o Brasil é o único país da América Latina onde a tortura aumentou após o fim da ditadura. Bom, …

Deputado é sepultado na Capital

Governo decretou luto oficial de três dias pela morte de Lício Mauro da Silveira, reeleito no dia 3

O corpo do deputado estadual do PP Lício Mauro da Silveira foi sepultado às 17h de sábado no Cemitério Jardim da Paz, em Florianópolis. Lício Mauro tinha 67 anos e morreu na noite da última sexta-feira, em Curitiba, depois de sofrer um infarto fulminante.

O velório do deputado foi realizado no plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, na Capital. Centenas de pessoas, entre elas autoridades políticas, passaram pelo local para prestar suas últimas homenagens. Lício Mauro deixou mulher, um casal de filhos, um neto e uma neta.

O governador Leonel Pavan (PSDB) decretou, no sábado, luto oficial por três dias. O presidente da Escola do Legislativo, Joares Ponticelli (PP), com o consentimento do presidente da Assembleia, Gelson Merísio (DEM), vai propor um projeto de resolução denominando a Escola do Legislativo como Escola Deputado Lício Mauro da Silveira.

Nas eleições do dia 3 de outu…

PT, PCdoB e DEM ganham força na Assembleia Legislativa

Imagem
O Partido dos Trabalhadores (PT), o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Democratas (DEM) foram os únicos partidos que obtiveram crescimento no número de cadeiras na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). PT e DEM passaram de 6 para 7 parlamentares eleitos, e o PCdoB elegeu seu primeiro parlamentar da história de Santa Catarina, com Angela Albino.

Por outro lado, essas vagas foram conquistadas diminuindo as cadeiras do PMDB, PRB e PDT. O partido do senador eleito Luiz Henrique da Silveira perdeu uma cadeira, de 11 para 10. PRB ficou fora da Alesc com a não reeleição de Odete de Jesus (eleita em 2006 pelo extinto PL). Já o PDT, que possuía dois deputados, ficou apenas com Sargento Soares. As bancadas do PTB e PPS (um cada), do PSDB e do PP (seis cada) permaneceram inalteradas.

CARTA ABERTA A SOCIEDADE SOBRE AS ELEIÇÕES 2010

Quando o processo eleitoral foi se desenhando e a possibilidade de duas mulheres concorrem a presidência da república do Brasil, todas nós mulheres tínhamos motivos para comemorar.Mas logo que o cenário se definiu entre os possíveis candidatos e candidatas, uma armadilha se mostrou, o uso da fé e da religião no palco eleitoral e infelizmente, uma mulher foi a protagonista. Marina Silva entrou para a disputa, usando a sua fé, a fé d@s eleitores e se mostrando contraproducente a sua história, de quem veio da floresta, de quem luta por um mundo sustentável, por um mundo melhor e por uma cultura de paz.E aí, nos questionamos nesse mundo cabe homofobia, machismo e sexismo? Senão cabe, porque usar @ eleit@r como escudo para decidir sobre assuntos de direitos humanos, por que tanta covardia?Enfim, o segundo turno veio e com ele, veio o aborto. Nos perguntamos, se fossem dois homens disputando o segundo turno, o aborto seria relevante? Ao se aproximar o dia 31 de outubro, o funda…

Plínio do PSOL envia mensagem à militância

Veja nossa votação Por Município

Imagem

Segunda melhor votação de Plínio nas capitais ocorreu em Florianópolis

Imagem
Santa Catarina também é 2º estado que mais deu votos ao candidato do PSOL

A cidade de Florianópolis foi a segunda capital brasileira que mais deu votos - proporcionalmente - ao candidato do PSOL à presidência da república, Plínio de Arruda Sampaio. O socialista atingiu 2,06% dos votos na ilha. Em primeiro lugar aparece o Rio de Janeiro, onde 2,24% do eleitorado local escolheu Plínio para presidente.

O resultado se repete em nível estadual. Enquanto Rio de Janeiro e Distrito Federal deram, cada um, 1,65% dos votos para Plínio, em Santa Catarina, o socialista fez seu segundo melhor resultado, com 1,23%, ou 44.610 votos.

Veja as tabelas completas

Votação de Plínio nos Estados
Votação de Plínio nas Capitais

Clube de Cinema do Ielusc retorna com "Cidadão Boilesen"

Imagem
O Clube de Cinema do Bom Jesus Ielusc retoma suas atividades neste sábado, 9 de outubro, às 15 horas, com a exibição do documentário "Cidadão Boilesen".

O filme conta a história do empresário dinarmaquês do grupo Liquigaz, Henning Boilesen. Boilesen colaborava ativamente com o regime instaurado em 1964, seja assistindo a sessões de tortura pessoalmente, seja recolhendo dinheiro com o empresariado paulista a fim de reforçar o efetivo do regime.

Após militantes desconfiarem da participação do grupo Liquigaz – vários locais de cercos po…

Ivan Valente é reeleito deputado federal em São Paulo com mais de 189 mil votos!

Imagem
Escrito por editora1em 4 de outubro de 2010—12 Comentários Depois de muita apreensão, já era madrugada deste dia 04 de outubro quando foi possível confirmar a reeleição do deputado federal Ivan Valente. Com 189.014 votos, Ivan foi 15o deputado mais votado em São Paulo. O PSOL ultrapassou a marca dos 317 mil votos, cerca de 12 mil além do quociente eleitoral necessário. No entanto, com a insegurança jurídica criada pela falta de decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) acerca do projeto Ficha Limpa, ainda há o risco do quociente eleitoral crescer. A apreensão da coordenação da Campanha Ivan Valente era se a margem de votos acima do quociente seria suficiente para garantir a eleição do mandato mesmo se o Supremo vier a derrubar o Ficha Limpa e validar os votos de candidatos como Paulo Maluf, que recebeu quase 500 mil votos dos eleitores paulistas. Totalizados os votos dessas candidaturas por ora indeferidas e finalizada a apuração, foi possível confirmar a reeleição definitiva do deputad…

PSOL elege primeiro deputado LGBT da história do Brasil

Imagem
O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) elegeu, no último dia três de outubro, o primeiro militante LGBT da história do Brasil para a Câmara dos Deputados. O jornalista e professor Jean Wyllys recebeu apenas 13.018 votos, mas foi o suficiente para ser o segundo mais votado do PSOL no Rio, sendo "puxado" pela grande votação no primeiro colocado, o reeleito Chico Alencar (PSOL), com 240.724 votos.

Jean Wyllys é jornalista, escritor, mestre em Letras e Lingüística pela UFBA e professor de Cultura Brasileira e de Teoria da Comunicação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e da Universidade Veiga de Almeida (UVA), ambas no Rio de Janeiro. Ativista dos direitos humanos, concebeu, em 2004, a pós-graduação em Jornalismo e Direitos Humanos da Universidade Jorge Amado, em Salvador (BA).

Leia o artigo de André Fischer, do Mix Brasil sobre a eleição de Jean Wyllys

1.675 votos na mudança

Companheiras e companheiros

AS eleições 2010 terminaram e os resultados já são de conhecimento de todos. Nossa candidatura, feita do esforço coletivo, da doação, do comprometimento, atingiu a marca de 1.675 votos. O resultado está longe de garantir ao PSOL mais uma cadeira na Câmara dos Deputados, mas ainda sim, fui agraciado como candidato mais votado do partido em Santa Catarina. E por isso, agradeço imensamente a confiança de todas e todos.

Nossa campanha não gastou nem ao menos R$ 3 mil - somando os recursos arrecadados em dinheiro e os recursos arrecadados em bens. A relação gasto/voto é de R$ 1,70, bastante baixa. Agradeço também os 3.560 votos na legenda do PSOL em Santa Catarina. Dos 25 partidos na disputa, fomos o décimo primeiro em votos na legenda.

Quero aqui convocar a todas e todos que acreditaram na mudança, acreditaram num projeto diferente de país, de Santa Catarina e de Brasil, a juntarem-se a nós na construção do PSOL. Um partido novo, sem amarras; que mesmo ainda pequ…

PSOL elege dois senadores, três deputados federais e quatro estaduais

Imagem
Após seis anos de fundação, o Partido Socialismo Liberdade passou pela sua segunda eleição para cagos federais e estaduais com um saldo bastante positivo e a conquista de grandes vitórias. Apesar da tristeza de não termos conseguido eleger nomes importantes como Luciana Genro a deputada federal (RS), Heloisa Helena ao Senado (AL) e Raul Marcelo como deputado Estadual (SP), o partido agradece todos os votos obtidos e se orgulha do resultado. Durante a campanha, mesmo com poucos recursos, sem receber financiamento de empresas privadas, candidatos e militantes mantiveram a coerência e a independência, trabalharam de forma transparente e ética e, como consequência dessa atitude, sensibilizaram novos eleitores em todo o país.Nossa maior alegria se deu no Rio. Chico Alencar foi o segundo candidato a deputado federal mais votado do Estado, com 240.724 votos. Com isso, conseguimos eleger ainda Jean Wyllys. A Câmara federal também continuará contando com a presença e a luta de Ivan Valente, qu…

PSOL: sem perder a ternura jamais

Assista o vídeo que mostra os melhores momentos da campanha presidencial do PSOL: Opção pela igualdade.

Imprima sua colinha para a eleição do dia 3 de outubro

Imagem

Um novo começo

Imagem
Nossa caminhada nas eleições 2010 chega hoje ao seu último dia. Nossa luta, entretanto, não chegou ao

fim. Pelo contrário. A guerra apenas começou.

As eleições são apenas uma das várias possibilidades na luta por um mundo e um país melhor. O desafio é enorme, colossal, quase desumano. E para vencer essa árdua batalha, temos que estar presentes em todos os espaços possíveis - todos, nas ruas, nos movimentos, nos sindicatos, nos parlamentos, nos bairros.

Esta eleição marca um momento histórico para o Brasil e marca também o resultado da luta e dos objetivos do PSOL: a reorganização da esquerda brasileira em um partido novo, combativo, ético, que não se rende e não se vende. Um partido para falar o que precisa ser dito, fugindo do nhénhénhem eleitoral, das falsas promessas, do "eu fiz mais do que você".

Por vezes, somos tachados de radicais. Quero lembrar a todas e todos o significado da palavra radical: raíz. E é isso que significa o PSOL e as nossas candidaturas: queremos resolve…

"A juventude tem que levar adiante o nosso projeto", afirma Plínio

As considerações finais do candidato do PSOL, Plínio de Arruda Sampaio, durante o debate na TV Globo nesta quinta, foram emocionantes e retratam o espírito das campanhas do PSOL: a construção de um futuro sem a desigualdade, sem o desepero. Um futuro de esperança: o socialismo.

Assista as considerações finais de Plínio e no dia 3 de outubro vote pela mudança: vote 50.