Governo do Estado dá calote no 8º Joinville Jazz Festival

A organização da 8ª edição do Joinville Jazz Festival comunicou, no início da tarde desta sexta-feira, o adiamento da programação do festival. O governo do estado, que já havia aprovado verbas para o projeto, comunicou que não irá repassar os recursos por falta de verbas.

O comunicado pegou o Instituto Jazz Festival de surpresa, já que o início da programação estava previsto para iniciar na semana que vem.

Esse tipo de tratamento na política de cultura em Santa Catarina não é novidade. Mais de 200 projetos culturais aprovados pelo Edital Elisabete Anderle - simlar ao Simdec em Joinville - também levaram calote do governo Luiz Henrique/Pavan. Outro exemplo de desaso é o Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, em reforma há dois anos, estando fechado para o público.

Leia abaixo a nota do Instituto Joinville Jazz

A 8ª edição do Joinville Jazz Festival, programada para acontecer de 22 a 24 de outubro de 2010, foi adiada. O mais importante e destacado projeto de música instrumental de Santa Catarina, programado com mais de um ano de antecedência, não irá ocorrer na data programada porque a organização foi informada pelo governo do Estado da falta de recursos para este projeto cultural.

Este recado foi motivo de espanto para toda equipe do Instituto Joinville Jazz, pois o projeto do evento foi apresentado, em novembro de 2009, e aprovado por unanimidade pelo Conselho Estadual de Cultura, em fevereiro de 2010.

Por isso, a equipe do Instituto Joinville Jazz, abnegada como sempre, estava tocando a locomotiva da MÚSICA PURA. Teatro, som, músicos, sempre os melhores, em uma programação fascinante, estava tudo organizado e contratado. Estava tudo pronto para abrirmos as cortinas e dar início ao espetáculo, em consideração ao público, acostumado ao padrão de qualidade do Joinville Jazz, que tanto transformou a cena musical de Joinville.

Muitas poderiam ser as justificativas pela ausência do repasse da verba, mas a impressão que fica é a de desorganização, e de que a cultura de qualidade (leia-se, a não comercial) ainda é um produto marginal neste país.

Fãs do Joinville Jazz Festival, recebam nossas desculpas (sem nossa culpa sequer), pois este projeto não é do Instituto, mas de toda a comunidade joinvilense e catarinense. Portanto, sobretudo, merece respeito!


Equipe do INSTITUTO JOINVILLE JAZZ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil