"Impasse" ganha nova versão e será disponibilizado de graça na internet

No dia 31 de maio de 2010, a Polícia Militar invadiu a Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC) e prendeu estudantes que protestavam contra o aumento da tarifa do transporte coletivo. Exatamente cinco anos antes, no dia 31 de maio de 2005, um policial militar foi flagrado espancando um militante do Passe Livre na Beira-Mar Norte. As duas cenas estão no documentário Impasse, obra sobre o transporte coletivo em Florianópolis, e que tem apoio de entidades sindicais, entre elas, o Sindprevs/SC.

Para trazer à memória esses fatos, para divulgar e debater com um público ainda maior os graves problemas do transporte coletivo na Capital, será lançada no próximo dia 31 de maio uma nova versão do documentário. Mais curta e ainda mais impactante que a original, esta versão de 52 minutos será disponibilizada no site www.filmesquevoam.com.br. As pessoas  poderão assistir, baixar e copiar o documentário. Tudo de graça.  

Além de cenas que não foram exibidas em nenhuma tevê, incluindo flagrantes de violência, Impasse revela o que pensam usuários, empresários e representantes dos governos municipal e estadual.  O documentário, realizado pela produtora Doc Dois, foi dirigido por Juliana Kroeger e Fernando Evangelista, jornalistas com experiências em coberturas de conflitos no Oriente Médio, na África e na Europa. 

O lançamento da primeira versão, em setembro do ano passado, reuniu 700 pessoas na UFSC e provocou uma manifestação espontânea que percorreu a Beira-Mar Norte. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil