Nelson Goetten: o Berlusconi catarinense

Berlusconi e Goetten: escândalos sexuais envolvendo prostituição
de menores no "currículo"

Estamos acostumados a ver (poucos) políticos presos por corrupção, lavagem de dinheiro e similares. Entretanto, o presidente estadual do Partido da República (PR), ex-deputado federal e ex-prefeito de Taió, Nelson Goetten, foi para a cadeia ontem acusado de induzir a prostituição de menores. 

Segundo reportagem do Diário Catarinense, Goetten aliciava menores para a satisfação própria, e não para o tráfico de menores. Em outras palavras, Goetten é suspeito de aliciar menores para "consumo próprio" em orgias e festinhas em seu apartamento de praia, em Itapema. Dois supostos cúmplices também foram presos. 

O caso lembra os recentes escândalos sexuais envolvendo Silvio Berlusconi, premiê italiano que também sofre processo por aliciar menores (incluindo uma brasileira) para orgias particulares. O caso é gravíssimo, e mostra como os direitos das crianças, adolescentes e mulheres ainda são violados em Santa Catarina e no Brasil, inclusive por "gente graúda" nos círculos de poder. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil