Nota do PSOL sobre a greve dos servidores de Joinville

O Diretório Estadual do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) vem, por meio desta, se solidarizar com a luta dos servidores municipais de Joinville, em greve há mais de uma semana.

A prefeitura de Joinville, comandada por Carlito Merss (PT), optou por adotar uma postura intransigente e sem precendentes na história da cidade: apresentou uma rídicula proposta de aumento zero em 2011 nos salários dos mais de 9,5 mil servidores.

O sindicato tem o desejo de retomar as negociações, mas a prefeitura continua negando qualquer possibilidade de conversa caso a greve não termine. A intransigência é gritante por parte do executivo.

O PSOL apóia a pauta de reivindicações do Sinsej e as manifestações dos servidores, e condena a postura intransigente da Prefeitura de Joinville na condução das negociações.

Da mesma maneira, nos colocamos à disposição no que for necessário para que a greve tenha um desfecho positivo para a população e para os servidores.

DIRETÓRIO ESTADUAL DO PSOL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil