O apocalipse motorizado continua

Hora do Rush em Florianópolis.

O estudo sobre mobilidade urbana, divulgado ontem  pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revela que o " Apocalipse Motorizado" continua. Enquanto 55% dos usuários do transporte coletivo acham o serviço "muito ruim", "ruim" e "regular", 87% dos que utilizam o transporte individual estão satisfeitíssimos com a maneira como se locomovem. 

O formidável disto é sabes que boa parte da população passa horas nos congestionamentos, principalmente nas grandes cidades, e ainda assim estão satisfeitos com a maneira como se locomovem. 

Outra parcela que está contente com sua mobilidade são os que utilizam meios não motorizados, como as caminhadas ou bicicleta. 75% estão satisfeitos. 

Como característica do que seria “um bom transporte”, todos os tipos de usuários entrevistados pelo Ipea apontaram, como primeira resposta, a rapidez. O baixo custo foi a segunda resposta para aqueles que se locomovem a pé e de bicicleta, e o conforto foi apontado pelos usuários de carro.

Tanto os usuários de moto como os de transporte público apontaram a existência de mais de uma forma disponível do transporte como condição para sua boa qualidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma homenagem ao Movimento Estudantil

Sandro Silva renuncia mandato de vereador e Carlito poderá ter maioria na Câmara

Norival Silva pega 12 anos por corrupção passiva