Matéria do SBT Meio Dia sobre agressão supostamente homofóbica em Chapecó

Uma reportagem de TV produzida pelo SBT de Chapecó confirma a história de agressão supostamente motivada por homofobia numa fábrica da Sadia. Apesar da matéria não citar o nome da empresa, ela conta a versão da Sadia, de que o caso não passou de uma "brincadeira" que resultou em um "acidente".

A reportagem afirma também que a família da vítima saiu da cidade para uma "viagem familiar".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil