Servidores de Joinville decidem voltar ao trabalho mas mantêm estado de greve

Na assembleia realizada nesta sexta-feira, em frente à Prefeitura de Joinville, os servidores decidiram finalmente voltar ao trabalho, depois de 40 dias de greve.

Eles votaram a proposta apresentada pelo governo na quarta e decidiram, mesmo que sem unanimidade, aceitar. O projeto deve ser votado na Câmara de Vereadores na próxima semana.

Mesmo assim, mantêm "estado de greve", que significa alerta para uma possível nova paralisação. A intenção dos servidores é continuar mobilizados para negociar outros pontos com a Prefeitura.

Agora, representantes de cada categoria deve se reunir com a Prefeitura para definir um calendário de reposição dos dias parados.

Neste momento, o Prefeito Carlito Merss está reunido com a Secretaria de Gestão de Pessoas para definir como ficará o fechamento da folha de pagamento, que já começou a ser rodada com descontos. 

Como a votação do Projeto de Lei com a nova proposta deve acontecer apenas na próxima terça-feira, é possível que a Prefeitura decida rodar uma folha complementar, assim que sair a decisão do legislativo.

FONTE: A NOTÍCIA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil