PT-SC adia decisão sobre eventual expulsão de Adilson Mariano

O comando do PT-SC não decidiu se abre ou não um processo na Comissão de Ética para analisar a expulsão do vereador Adilson Mariano, de Joinville. Sem a presença do prefeito Carlito Merss, que havia sido convocado, o diretório estadual se reuniu na manhã desta sexta com os quatro parlamentares que fazem parte da bancada petista na Câmara de Vereadores e o presidente do diretório municipal.

Do encontro, foram tiradas poucas definições. Em uma delas, ficou decidido que ainda não seria tomada nenhuma decisão sobre o caso. Cabe a Executiva analisar, até dia 25 se arquivará ou não o pedido de expulsão de Mariano, vereador mais votado da história do PT-SC, ou se dá prosseguimento no processo de expulsão e abre um processo na Comissão de Ética.

O objetivo da cúpula estadual é que as lideranças petistas de Joinville cheguem a um consenso antes e que não haja necessidade do PT-SC se envolver.

— Nós ouvimos as pessoas. Todos precisam se defender e ter oportunidade de falar. Mas ainda temos tempo para chegar a qualquer tipo de decisão —, falou José Fritsch, presidente do PT-SC.

Outra definição tirada do encontro foi a recomendação de que nenhum dos envolvidos no caso comente o assunto publicamente.

Há duas semanas, o PT de Joinville aprovou por 27 votos a sete um requerimento que expulsava Mariano do partido. As acusações eram de infidelidade partidária. Crítico ferrenho do governo Carlito Merss (PT), Mariano foi enumerado em sete dos 12 artigos que classificam o que é infidelidade partidária segundo o Código de Ética do PT.

Em ação de 15 páginas, foi sugerido que Mariano vinha sendo infiel a sigla desde o início do mandato, fato agravado durante o período da greve dos servidores municipais que durou 40 dias.

Fonte: A Notícia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil