Datena afirma que Record o impedia de falar sobre crimes contra LGBTs


Datena se diz censurado na Record
Datena se diz censurado na Record
O apresentador de programas policialescos José Luiz Datena revelou que a Rede Record, sua antiga emissora, o impedia de comentar sobre crimes praticados contra a população LGBT. Em entrevista ao jornal “Agora” do último sábado, 30, Datena disse ainda que era proibido também de falar sobre crimes religiosos. 

Esse tipo de censura e a definição da pauta do programa em conjunto com a cúpula da Record, segundo Datena, foi o principal motivo que o fez pedir demissão da emissora do bispo Edir Macedo apenas 43 dias após ter sido contratado. Ele vai voltar à Bandeirantes para reassumir seu “Brasil Urgente” e terá de pagar uma multa de cerca de R$ 25 milhões. 

Na Bandeirantes ele poderá voltara a falar sobre crimes contra LGBT. 
Fonte: Mix Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil