Aumento dos vereadores: mais representatividade com menores salários


PSOL irá propor redução de 24% na remuneração e nas verbas de gabinete para compensar gastos com aumento de vagas na Câmara

Redução de 24% nos salários dos vereadores e nas verbas de gabinete. Esta é a proposta do PSOL para que se aprove o aumento no número de vagas na Câmara de Vereadores de Joinville, sem gerar aumento nos custos. A questão já vem sendo debatida na cidade há alguns meses, o que levou o PSOL a debater um posicionamento. 

Para o presidente da sigla em Joinville, Leonel Camasão, reduzir os custos com os vereadores é a melhor maneira de evitar o desperdício do dinheiro público, ao mesmo tempo em que se aumenta a representatividade do poder legislativo. “Um vereador de Joinville ganha pelo menos 16 salários mínimos. É um total absurdo. Nossa proposta é reduzir esse valor para bancar mais seis novos parlamentares a partir de 2013”, argumenta. 

Segundo cálculos do socialista, os vereadores precisam diminuir seus salários de R$ 8,7 mil para R$ 6,6 mil, e as verbas de gabinete de R$ 31,4 mil para apenas R$ 25 mil. “Um vereador custa por mês hoje R$ 40,1 mil. Nossa proposta é de que custe R$ 31,6 mil”, acredita. 

O partido pretende apresentar a proposta oficialmente na reunião chamada pelo presidente da Câmara, Odir Nunes (DEM-PSD), que pretende ouvir todos os presidentes de partidos de Joinville, além de entidades empresariais, como Acij, CDL, entre outras. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil