Bolsonaro é campeão de queixas na Ouvidoria da Câmara


A Ouvidoria da Câmara dos Deputados, setor responsável por receber as queixas da população quanto à atuação dos parlamentares e aos serviços da casa, divulgou o balanço do primeiro semestre deste ano e concluiu que o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi o campeão de mensagens recebidas no período.

Das 311 mensagens, 70% se posicionaram negativamente a postura do deputado que tem se colocado como um dos maiores inimigos dos homossexuais. As principais queixas contra ele são por conta de temas espinhosos como a sua homofobia grosseira e desmedida – ele já relacionou a homossexualidade à promiscuidade e a classificou como “safadeza” -, a defesa da ditadura militar, as declarações preconceituosas contra a cantora Preta Gil e à política de cotas raciais.

No total, a Ouvidoria recebeu 4.017 mensagens sendo que a maior parte delas foram críticas ao corporativismo dos parlamentares, o aumento de 61% nos próprios salários e as constantes denúncias de corrupção.

Ainda assim, o deputado Miguel Corrêa Junior (PT-MG), ouvidor da Câmara, classificou a participação da população como tímida e direcionada. Ou seja, as pessoas geralmente se mobilizam apenas em torno de projetos que as afetam diretamente.

São Paulo é o estado com o maior número de mensagens: 1.095. Em seguida, vem o Rio de Janeiro com 606, e Minas Gerais, com 388. A maioria das mensagens são enviadas por homens. Para enviar uma mensagem à Ouvidoria, basta acessar o site da Câmara dos Deputados e clicar no link Ouvidoria. Também é possível participar via Twitter: @ouvidoriacamara.

Fonte: LGBT.com.br, com informações do Mix Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma homenagem ao Movimento Estudantil

Sandro Silva renuncia mandato de vereador e Carlito poderá ter maioria na Câmara

Norival Silva pega 12 anos por corrupção passiva