Ex-presidente da Fundema já sabia de investigação do Ministério Público


Marcos Schoene procurou o MP para dar sua versão 11 dias antes da prisão

Julimar Pivatto e Roelton Maciel

Até agora, o Ministério Público reuniu mais de 13 mil páginas de informações, depoimentos,trechos de escutas telefônicas e gravações envolvendo o nome de Marcos Schoene e do filho dele, o advogado Rodrigo Schoene. 

“A Notícia” teve acesso às sete pastas do processo e separou os trechos mais contundentes. Entre eles, o depoimento dado, de forma espontânea, pelo presidente exonerado da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Joinville (Fundema) em 16 de setembro. 

Onze dias antes de ser preso, o engenheiro procurou o MP para dar a sua versão os fatos, ciente de que havia investigação em curso.

No depoimento, Schoene se defendeu de acusações que vieram à tona com a deflagração da Operação Simbiose, na terça-feira. Falou sobre a situação da empresa de consultoria que fundou, a Quasa Ambiental, e afirmou ter apoio dos servidores da Fundema. 

Também contou não ter ideia de quantos processos intermediados pela empresa passaram pelo órgão durante a gestão dele.

O processo abrange escutas telefônicas de 11 linhas interceptadas com autorização da Justiça. Apesar de não trazerem revelações diretas, apontam suspeitas, acredita o MP. Há conversas de Schoene com uma das filhas, sócia da Quasa; com o dono de um posto de combustível; e com um empresário.

Há ainda os depoimentos de quatro testemunhas consideradas chaves para que as prisões preventivas para Schoene e o filho, Rodrigo, suspeito de comandar a Quasa, fossem aceitas pela Justiça. 

Um deles é de um servidor que disse ter entrado em atrito com Schoene por discordar da maneira como ele conduzia a Fundema. O outro é de um engenheiro responsável por uma empresa de consultoria, que diz ter tido projetos boicotados pela fundação. 

Por fim, as versões de um empresário e da advogada dele, que teriam sido procurados para que usassem os serviços do filho do engenheiro, pois “teriam mais facilidade”.

Fonte: AN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma homenagem ao Movimento Estudantil

Sandro Silva renuncia mandato de vereador e Carlito poderá ter maioria na Câmara

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil