Salário mínimo deveria ser quatro vezes maior, diz Dieese


O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgou nesta sexta-feira um estudo revelador da nossa política econômica: o salário mínimo necessário para uma família sobreviver deveria ser de R$ 2.212,66, mais de quatro vezes o valor atual, de R$ 545.

O estudo leva em consideração o preceito constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência. A constatação foi feita por meio da utilização da Pesquisa Nacional da Cesta Básica do mês passado, realizada pela instituição em 17 capitais.

O número mostra certa distorção das estatísticas no Brasil. Enquando o Dieese afirma que são necessários R$ 2.212,66 para sobrevive, o governo federal classifica quem recebe essa renda como "classe média". Se quem recebe o mínimo ideal é classe média, quem recebe o mínimo real é o que?

Ontem, o governo Dilma Roussef (PT) anunciou que pretende fixar o valor do salário mínimo em R$ 619,21 em 2012. Muito longe do que deveria ser.

Fonte: PSOL Joinville

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma homenagem ao Movimento Estudantil

Sandro Silva renuncia mandato de vereador e Carlito poderá ter maioria na Câmara

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil