Carlito anuncia tarifa de ônibus de R$ 2,75 e R$ 3,10 em Joinville

O Prefeito Carlito Merss anunciou nesta terça-feira que as novas tarifas de ônibus de Joinville vão aumentar acima do previsto no início do mês. A tarifa antecipada passará de R$ 2,55 para R$ 2,75. Já a tarifa embarcada subirá de R$ 2,90 para R$ 3,10.


O índice de reajuste é de 7,84% para a passagem de compra antecipada e de 6,18% para a passagem embarcada. As empresas permissionárias do sistema protocolaram um pedido de reajuste para R$ 2,91, o que representaria um aumento de 14,2%.

Com a medida, Joinville terá a terceira maior tarifa do Brasil nos municípios com população entre 400 mil e 600 mil habitantes.

Comentários

Vai-se longe o discurso da pratica, como sempre na vida política brasileira e Joinville anda a passos largos nesta lida. A bandeira histórica da vida pública e política de Carlito foi o transporte coletivo em Joinville. Empunhou bandeiras, mobilizou greves, usou a justiça para conquistar mudanças. Ao assumir o poder executivo municipal, rasgou seguidamente os seus compromissos de campanha e, se tornou a coisa mais comum na vida pública brasileira, um governante com nuances apáticas, escusas, usando posturas dissimuladas, de pouca coragem em prol da Cidade para Todos, suscitando na mente dos pobres mortais a ideia de que, novamente, o superego que envolve o poder, ou talvez o vil metal, falou mais alto. O que nos espera para o futuro é algo realmente incerto. Uma das inúmeras promessas não me sai da cabeça, a de que este governo daria publicidade no cálculo da planilha para definição da tarifa do transporte coletivo. Onde ela está, onde ela anda? A transparência tornou-se opaca e, agora, obscura. Se não são mentiras as diversas maneiras de justificar o aumento da tarifa de ônibus, é certo que houve convencimento de que ainda vale o antigo e surrado processo onde as empresas permissionárias pedem X e o poder público aprova uma parcela de X. Quando a promessa falha a mentira toma o lugar e, ficam as dúvidas do caráter daqueles que as defendem. Carlito prometeu debate, prometeu transparência da planilha, prometeu transparência da gestão do sistema de transporte e das demais políticas públicas. Contrataram uma consultoria para modelar o novo sistema, com quem já é prestador de serviços da permissionárias há anos e, nem o processo de contratação se fez transparente. Segue sendo a mesma coisa dos que o antecederam, mas com o viés mais grave, pois este atual alcaide veio como o arauto das mudanças. Não é, não será e, foi riscado do mapa de quem acreditou em suas falsas promessas.

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Uma homenagem ao Movimento Estudantil