Ficha Limpa pode tirar pré-candidato do PV da disputa pela Prefeitura de Joinville


Novaes poderá ficar inelegível por conta de "ficha suja"

A recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) declarando a validade da Lei da Ficha Limpa nas eleições 2012 pode complicar as ambições do Partido Verde em Joinville. O principal nome da sigla, o engenheiro Rogério Novaes, poderá ficar inelegível.

Já em 2010, Novaes teve problemas com a Ficha Limpa. Sua candidatura ao governo do estado foi cassada, e seus votos não foram computados. 

Ele foi enquadrado como inelegível porque as contas de sua administração como presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-SC) foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

Novaes também concorreu à prefeitura de Joinville em 2008, tendo marcado pouco mais de 7 mil votos (2,49%). 

Novo bloco?

Não por acaso, o PV tem participado de reuniões com PR, PRB, PDT, PCdoB e PTdoB. Esses partidos tentam construir um bloco que dê suporte à candidatura de Dr. Xuxo (PR) ou Rodrigo Coelho (PDT). Todas essas siglas estão no rol de aliados do prefeito Carlito Merss (PT), que tentará a reeleição. 

Marcucci também está inelegível

O pré-candidato a vereador Marco Aurélio Marcucci, presidente do PRB de Joinville, também poderá ser enquadrado no Ficha Limpa. Marcucci é ex-vereador pelo PSDB, chegou a ser preso no exercício do seu mandato acusado de extorsão a caixeiros. No ano passado, foi exonerado da Polícia Civil pelos crimes que foi julgado. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chico Alencar lança candidatura e Câmara tem agora 4 postulantes

Pastor chama vereador de vagabundo e é declarado 'persona non grata'

Primeiras impressões sobre os protestos no Brasil