Ficha Limpa pode tirar pré-candidato do PV da disputa pela Prefeitura de Joinville


Novaes poderá ficar inelegível por conta de "ficha suja"

A recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) declarando a validade da Lei da Ficha Limpa nas eleições 2012 pode complicar as ambições do Partido Verde em Joinville. O principal nome da sigla, o engenheiro Rogério Novaes, poderá ficar inelegível.

Já em 2010, Novaes teve problemas com a Ficha Limpa. Sua candidatura ao governo do estado foi cassada, e seus votos não foram computados. 

Ele foi enquadrado como inelegível porque as contas de sua administração como presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-SC) foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

Novaes também concorreu à prefeitura de Joinville em 2008, tendo marcado pouco mais de 7 mil votos (2,49%). 

Novo bloco?

Não por acaso, o PV tem participado de reuniões com PR, PRB, PDT, PCdoB e PTdoB. Esses partidos tentam construir um bloco que dê suporte à candidatura de Dr. Xuxo (PR) ou Rodrigo Coelho (PDT). Todas essas siglas estão no rol de aliados do prefeito Carlito Merss (PT), que tentará a reeleição. 

Marcucci também está inelegível

O pré-candidato a vereador Marco Aurélio Marcucci, presidente do PRB de Joinville, também poderá ser enquadrado no Ficha Limpa. Marcucci é ex-vereador pelo PSDB, chegou a ser preso no exercício do seu mandato acusado de extorsão a caixeiros. No ano passado, foi exonerado da Polícia Civil pelos crimes que foi julgado. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Norival Silva pega 12 anos por corrupção passiva

Uma homenagem ao Movimento Estudantil

Sandro Silva renuncia mandato de vereador e Carlito poderá ter maioria na Câmara