Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

PT quer tirar do ar programa do PSOL que comenta cassação da candidatura de Carlito

Imagem
A coligação “Joinville Melhor Para Todos” entrou na Justiça para tirar do ar o programa do PSOL que comenta a cassação da candidatura de Carlito Merss (PT). O programa foi ao ar na noite de segunda-feira.

Dedicado ao tema “corrupção”, o programa compara outras candidaturas com problemas na Justiça com a candidatura do PSOL. “Não há foco em um candidato específico. Ilustramos os vídeos com as ações do PSOL que visam coibir irregularidades das campanhas do PT, PMDB e do PSDB”, afirma Leonel Camasão, candidato do PSOL.

Veja o programa

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=videoseries?list=UUjoNuASf59phn0uowhr0Q5g&hl=en_US]

Na ação movida pelo PT, a coligação acusa o PSOL de divulgar “conteúdo ofensivo” e de “incutir nos eleitores” a informação de que Carlito Merss seria “ficha suja”.

“Nosso programa foi bastante cuidadoso para fazer respeitar a lei. Nenhum candidato é chamado de ficha-suja em nenhum momento. Apenas ressaltamos a qualidade de ficha limpa da nossa candidatura”, afirma Cam…

Leonel e Professor Marcos visitam ocupação do Jardim Paraíso

Imagem
[caption id="attachment_732" align="alignleft" width="300"] Professor Marcos e Leonel visitam ocupação[/caption]

Os candidatos do PSOL Leonel Camasão (prefeito) e Professor Marcos (vereador) visitaram, no último sábado (25), a ocupação urbana nos limites do bairro Jardim Paraíso. Os candidatos conversaram com os moradores da região e ouviram os problemas relativos à moradia e a falta de condições dignas de sobrevivência.

Os candidatos já conheciam a área. Leonel visitou a ocupação diversas vezes durante sua carreira de repórter na cidade. E Professor Marcos dá aulas para a maioria dos adolescentes da região, nas escolas Nagib Zattar e Rosa Maria Berezoski.

[caption id="attachment_731" align="alignright" width="300"] Esgoto a céu aberto é problema grave para os moradores[/caption]

"Os anos passam e o problema de moradia continua sem solução. O Minha Casa, Minha Vida não chega nessas pessoas", afirma Camasão. O PSOL defen…

Candidatura de Carlito Merss é cassada pela Justiça Eleitoral

Imagem
A Justiça Eleitoral de Joinville cassou a candidatura da coligação Joinville Melhor Para Todos (PT/PP/PR/PCdoB/PTdoB/PCdoB/PHS), liderada pelo atual prefeito Carlito Merss (PT), sob a acusação de abuso de poder político. No entendimento da Justiça, Carlito Merss gastou mais de R$ 7 milhões em publicidade oficial no primeiro semestre de 2012, superando a média dos três anos anteriores de mandato, caracterizando abuso de poder político.

A juiza Hildemar Meneguzzi de Carvalho decidiu pela cassação do registro de candidatura, conforme pedia a ação movida pelo Ministério Público Eleitoral. Ainda cabe recurso. Caso concretizada, a decisão tem tudo para mudar a disputa eleitoral em Joinville. O PSOL vai se reunir ainda neste final de semana para debater como vai se posicionar em relação a decisão.

Para PSOL, Udo também merece cassação

Na avaliação do candidato do PSOL, Leonel Camasão, Udo Dohler também merece ter o registro de candidatura cassado, por cometer abuso de poder econômico ao suposta…

Pesquisa Gazeta/Univali - Leonel pontua e aparece com a menor rejeição

Imagem
[caption id="attachment_721" align="alignleft" width="300"] Leonel e Gabriel recebem resultado da pesquisa na sede da Gazeta de Joinville[/caption]

A nova pesquisa contratada pelo jornal Gazeta de Joinville mostra a evolução do candidato do PSOL, Leonel Camasão, que consolida sua pontuação na campanha. O socialista aparece com 1,39% das intenções de voto. No levantamento anterior feito pelo mesmo veículo, Leonel não era citado.

Apesar da evolução positiva, Leonel acredita que a pesquisa não retrata o atual momento da campanha. A coleta dos dados foi realizada no dia 16 de agosto, 9 dias antes da divulgação dos resultado. "Pelo dia em que foi coletada, a pesquisa não pode medir o impacto de nossa entrevista no RBS Notícias e do início da propaganda eleitoral", avalia o socialista.

"O maior desafio nessa campanha é de que muita gente ainda não nos conhece. Prova disso é que temos também o menor índice de rejeição", afirma Camasão. "Mui…

Reveja os primeiros programas de TV do PSOL

A campanha do PSOL à Prefeitura de Joinville colocou no ar nesta semana dois programas inéditos. No primeiro programa, o candidato Leonel Camasão é apresentado à população. Já no segundo, Leonel fala das propostas do PSOL para a educação.

Assista abaixo.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=videoseries?index=1&list=UUjoNuASf59phn0uowhr0Q5g&hl=pt_BR]

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=videoseries?list=UUjoNuASf59phn0uowhr0Q5g&hl=pt_BR]

[AN] PSOL entra com denúncia contra alianças

Leonel Camasão (PSOL), candidato a prefeito de Joinville, entrou, ontem, com uma denúncia no Ministério Público Eleitoral (MPE) contra a coligação Joinville de Novo melhor (PMDB/PDT/PTB/PSC/PSDC) e a coligação Joinville Melhor para Todos (PT/PP/PR/PRB/PCdoB/PTdoB). Segundo Camasão, a denúncia é uma tentativa de mostrar que as duas coligações cometeram abuso de poder econômico e político e compra de voto.

A reclamação do candidato do PSOL se baseia na informação de que PT e PMDB teriam feito pagamento em dinheiro a Osvaldo Darú, que comanda o PSDC de Joinville, na tentativa de fechar um acordo eleitoral. “O promotor falou que precisava de uma reclamação para analisar o caso. Agora, tem uma. Queremos que ele analise a situação e, se for comprovada a irregularidade, entre com uma representação na Justiça Eleitoral”, diz.

Segundo a denúncia oferecida pelo PSOL, as declarações do presidente do PSDC, Osvaldo Darú, de que teria recebido a oferta de R$ 9,5 mil do PT – tendo já recebido R$ 2 mil…

PSOL denuncia coligações de Udo e Carlito por abuso de poder econômico e compra de votos

Imagem
[caption id="attachment_704" align="alignleft" width="200"] Leonel e Gabriel protocolam denúncia na Justiça Eleitoral[/caption]

O PSOL protocolou na tarde desta sexta-feira (24) uma denúncia de abuso de poder econômico e compra de votos contra as coligações Joinville de novo melhor e Joinville melhor para todos, lideradas respectivamente pelos candidatos Udo Döhler (PMDB) e Carlito Merss (PT). A denúncia também  atinge o Partido Social-Democrata Cristão (PSDC).

A iniciativa foi motivada pelas declarações do presidente do PSDC, Osvaldo Henrique Darú, em entrevista ao jornal A Notícia, no dia 7 de agosto de 2012. Darú afirma ter vendido o apoio de seu partido ao PMDB por R$ 9.500, pagamento do aluguel da sede do PSDC, material de campanha e promessa de cargos na Prefeitura.

A denúncia foi protocolada na Justiça Eleitoral por volta das 15h30. Os candidatos majoritários do PSOL, Leonel Camasão e Gabriel Chati, entregaram o documento na sessão de protocolo. A den…

Empresas de ônibus silenciam sobre questionamentos do PSOL

Imagem
[caption id="attachment_695" align="alignleft" width="300"] Candidato do PSOL durante reunião com Waldir Harger, da Transtusa. O PSOL e a sociedade esperam ansiosos por respostas concretas[/caption]

As empresas concessionárias do transporte coletivo em Joinville preferiram "não comentar" as perguntas enviadas pela coordenação de campanha do PSOL, em encontro com os diretores da empresa, há uma semana. A convite das empresas, o candidato Leonel Camasão foi ouvir o empresário Waldir Harger (Transtusa) e o representante da Gidion, no último dia 15, para receber o livro Radiografia do Transporte Coletivo, editado pelas empresas.

Na ocasião, o candidato do PSOL aproveitou para entregar em mãos cinco perguntas sobre o sistema aos empresários. As questões eram referentes ao processo licitatório, valor das tarifas, salários dos trabalhadores do transporte e também quanto da tarifa representa o lucro das empresas. Nesta terça, a assessoria de imprensa da …

Empresários admitem: transporte sem tarifa é possível por R$ 60 mensais

Sessenta reais por mês. Esse seria o custo  para que toda a sociedade joinvilense pudesse utilizar o transporte coletivo quantas vezes lhe fossem necessárias. O cálculo é dos empresários de ônibus de Joinville. A informação surgiu em reunião entre as concessionárias de ônibus e o candidato do PSOL, Leonel Camasão.

A reunião ocorreu por convite das empresas, interessadas em divulgar um livro com dados sobre o transporte coletivo da cidade. Durante a conversa, os empresários revelaram que seria possível fornecer livre acesso ao transporte coletivo ao custo mensal de R$ 60.

Ouça entrevista de Leonel 50 na Mais FM

O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, concedeu na manhã desta sexta-feira, 17 de agosto, uma entrevista na Rádio Mais FM. Apresentado pelo jornalista Luiz Fernando Batistti, o 103 Notícias tratou de temas importantes para a cidade, como saúde, educação, transporte, esporte, assistência social, entre outros.

Ouça a entrevista na íntegra

Entrevista na Mais FM - 17 de agosto de 2012 by Leonel 50

Leonel apresenta propostas na Ajorpeme

Os candidatos do PSOL a Prefeito e a vice-prefeito de Joinville, Leonel Camasão e Gabriel Chati, participaram de uma reunião com a diretoria da Ajorpeme na última quinta-feira. O objetivo do encontro era apresentar o Programa de Governo do PSOL e responder as dúvidas da entidade.

Durante duas horas, Leonel e Gabriel defenderam a reducão da jornada de trabalho, o corte de comissionados na Prefeitura e também a ampliação dos mecanismos de transparência no governo. Além disso, apresentaram as propostas do PSOL para as áreas de saúde, educação, transporte, entre outras.

Leonel apresenta Plano de Governo ao Instituto Joinville

Imagem
O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, apresentou na tarde desta segunda-feira seu plano de governo em evento promovido pelo Instituto Joinville e pela Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção (Acomac).

Durante duas horas, o candidato respondeu a perguntas formuladas pelas entidades e também fez uma explanação geral sobre as propostas do PSOL para Joinville. Leonel também pode responder a perguntas do público, formado por empresários, servidores públicos, membros de entidades sócias ao Instituto Joinville, entre outros.

“Pudemos deixar claro o nosso posicionamento sobre os temas importantes da cidade e reafirmar que em nosso governo, a Prefeitura não estará submetida ao interesse da classe empresarial, mas sim, aos interesses populares”, afirmou Leonel.

Durante a explanação, o candidato defendeu projetos importantes, como a eleição direta para os gestores escolares e a gestão democrática; ampliação do Programa Saúde da Família; municipalização do tra…

PSOL grava primeiros programas de TV

O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, dedicou boa parte da sexta-feira e do final de semana às gravações do horário eleitoral do PSOL. Com 2 minutos e 7 segundos de tempo no rádio e na TV, Leonel participou das primeiras captações de imagens, repassando os textos dos programas iniciais.

Os programas de televisão costumam ser a parte mais cara das campanhas. Entretanto, o PSOL conta com trabalho voluntário de cinegrafistas, fotógrafos e técnicos envolvidos na produção do programa. "Mesmo fazendo uma campanha sem recursos, é muito gratificante contar com o apoio e o trabalho voluntário dessas pessoas. Significa que elas acreditam em nosso projeto", afirma Camasão.

O candidato do PSOL vai abrir o horário eleitoral no dia 22 de agosto, quarta-feira. No dia anterior, os vereadores do PSOL também estreiam na TV e no rádio.

Caminhada no centro anima campanha de Leonel 50

Imagem
O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, participou neste sábado de uma caminhada pelas ruas centrais. Acompanhado de militantes, simpatizantes e candidatos a vereador do PSOL, Leonel pode conversar com a população e mostrar que o PSOL é uma alternativa real para a Prefeitura de Joinville.

Os candidatos socialistas também realizaram panfletagens nas ruas Princesa Izabel, Rua do Príncipe, Abdon Batista, no Mercado Público e também no terminal central. Durante o trajeto, os candidatos do PSOL receberam mensagens de apoio da população e incentivos para continuar na caminhada por uma nova política.

"É muito gratificante ver o retorno das pessoas em apoio a nossa candidatura. Isso nos deixa muito animados a continuar no bom caminho e a apresentar propostas concretas para a mudança", afirma Camasão.

PSOL divulga primeira versão do plano de governo

Imagem
O Partido Socialismo e Liberdade disponibilizou na internet a versão 1.0 de seu programa de governo. A plataforma é a base de sustentação do candidato Leonel Camasão e expressa o acúmulo do partido em diversas áreas, trazendo propostas que vão de encontro com reivindicações históricas dos movimentos sociais.

Com 58 páginas, o plano é dividido em 10 eixos principais, e traz propostas objetivas para os problemas reais de Joinville. Mas a grande novidade é o conceito de plano de governo aberto. "Não temos a pretensão de dizer que conhecemos todos os problemas da cidade e de que temos uma resposta para cada um deles. Nosso plano está aberto para que os movimentos, entidades, ONGs, organizações e indivíduos possam dar sua contribuição em qualquer área do programa".

Veja abaixo o plano de governo na íntegra.

Open publication - Free publishing - More joinville

Leonel leva apoio do PSOL à servidores federais

Imagem
O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, e o vice Gabriel Chati, participaram na tarde desta quinta-feira da mobilização dos servidores federais, ocorrida no Centro de Joinville.

Diversas categorias de trabalhadores, entre eles, professores da UFSC e do IFSC, Polícia Federal, Receita Federal, trabalhadores do IBGE, das Justiças Federal, do Trabalho e Eleitoral, além de representantes do movimento estudantil da UFSC e do Ielusc, participaram do ato.

Os manifestantes fizeram uma passeata nas principais ruas do centro da cidade e exigem que a presidente Dilma Roussef volte a negociar com os trabalhadores.

Os servidores federais estão paralisados em todo o país. Boa parte deles está sem reajuste nos salários há mais de cinco anos. Segundo o secretário-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Josemilton Costa, o movimento atinge 28 órgãos, com 370 mil servidores públicos parados em todo o Brasil.

Leonel e Gabriel distribuiram …

PMDB de Udo Dohler pagou R$ 9.500 pelo apoio do PSDC, diz presidente da sigla

Imagem
Democratas-Cristãos também teriam negociado venda de apoio ao PT de Carlito Merss

Pagamento do aluguel de um comitê, um kit de santinhos e placas, promessa de cargos na Prefeitura de Joinville, além de 9.500 reais em dinheiro. Esse teria sido o preço pago pelo PMDB do candidato Udo Dohler em troca do apoio do Partido Social Democrata Cristão (PSDC) nas eleições deste ano. A suposta negociata foi revelada pelo presidente do PSDC de Joinville e candidato a vereador, Osvaldo Henrique Darú, em entrevista ao jornal A Notícia.
Darú afirma que a negociação original foi realizada com o PT de Carlito Merss, já em março deste ano. A direção do PT teria pago apenas parte do preço exigido pelo PSDC, o que fez Daru procurar o PMDB que "cobriu a oferta".
"É a comprovação do balcão de negócios que se tornou a política", afirma candidato do PSOL
O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, acredita que a revelação é a prova do balcão de negócios que se tornou a polít…

Resposta a um jornalista homofóbico de Joinville: um beijo é sempre um beijo

Imagem
[caption id="attachment_789" align="alignleft" width="300"] Jean Wyllys[/caption]

Jean Wyllys
Deputado Federal | PSOL/RJ

O candidato a prefeito de Joinville pelo PSOL, meu companheiro Leonel Camasão, decidiu incluir um beijo gay no horário eleitoral. Algumas pessoas podem ver isso como uma provocação —necessária — mas eu vejo, principalmente, como um ato pedagógico. Leonel teve a coragem de aproveitar os poucos segundos que ele tem na televisão para dizer aos habitantes de Joinville que ele vai governar para todos e todas, inclusive para as minorias historicamente injuriadas. Leonel teve a coragem de dizer que o governo dele vai ser inclusivo e que ele não vai aceitar qualquer forma de racismo, seja por gênero, cor da pele, sexualidade ou o que for.

Ele usou esses poucos segundos, também, para levar à televisão o que a própria televisão, por falta de coragem, invisibiliza: o afeto entre iguais. Quem ainda é ou já foi um menino, menina, ou adolescente LGBT, sa…

Leonel visita sede do Sinsej e recebe ofício com reivindicações dos servidores municipais

Imagem
O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, visitou hoje a sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Joinville (Sinsej). Em contato com os diretores Angela Steffen Miranda e Ulrich Beathalter, Leonel recebeu um ofício contendo as principais reivindicações dos servidores municipais da cidade.

O documento, de duas páginas, traz 11 reivindicações, entre elas, o cumprimento integral da Lei Federal 11.738/2008, que determina um terço da jornada dos professores para estudos e planejamento (a chamada hora-atividade). Segundo os sindicalistas, a Prefeitura de Joinville ainda não cumpre a lei federal.

O candidato se comprometeu em estudar as reivindicações dos servidores e incluí-las em seu plano de governo. Durante o encontro, Leonel explicou a dinâmica aberta do plano. "É um programa movimento, um programa aberto para o debate com as entidades e com as pessoas, que será periodicamente revisado e modificado. Não temos a pretensão de dizer que conhecemos todos os pro…