PSOL denuncia coligações de Udo e Carlito por abuso de poder econômico e compra de votos

[caption id="attachment_704" align="alignleft" width="200"] Leonel e Gabriel protocolam denúncia na Justiça Eleitoral[/caption]

O PSOL protocolou na tarde desta sexta-feira (24) uma denúncia de abuso de poder econômico e compra de votos contra as coligações Joinville de novo melhor e Joinville melhor para todos, lideradas respectivamente pelos candidatos Udo Döhler (PMDB) e Carlito Merss (PT). A denúncia também  atinge o Partido Social-Democrata Cristão (PSDC).

A iniciativa foi motivada pelas declarações do presidente do PSDC, Osvaldo Henrique Darú, em entrevista ao jornal A Notícia, no dia 7 de agosto de 2012. Darú afirma ter vendido o apoio de seu partido ao PMDB por R$ 9.500, pagamento do aluguel da sede do PSDC, material de campanha e promessa de cargos na Prefeitura.

A denúncia foi protocolada na Justiça Eleitoral por volta das 15h30. Os candidatos majoritários do PSOL, Leonel Camasão e Gabriel Chati, entregaram o documento na sessão de protocolo. A denúncia será encaminhada ao promotor Ricardo Paladino, da 19ª Zona Eleitoral.

O candidato do PSOL, Leonel Camasão, classificou a prática de compra de legendas como "nefasta". "Este tipo de prática é o que chamamos de velha política. A disputa eleitoral virou um mercado, um balcão de negócios. E é esse balcão que tira o dinheiro da saúde, da educação, para que velhas oligarquias se perpetuem no poder", afirmou.

Com a denúncia, a expectativa dos socialistas é de que o promotor Ricardo Paladino proceda com o inquérito para apurar os possíveis crimes cometidos.

Entenda o caso

Segundo Darú, a negociação havia iniciado em março com o PT. Às vésperas das convenções, o PT teria pago apenas R$ 2 mil dos R$ 9.500 prometidos. Darú foi oferecer o mesmo acordo ao PMDB, que aceitou a proposta, concretizando a coligação.

Com o acordo, a coligação de Udo Dohler foi beneficiada com a ampliação do tempo de TV no horário eleitoral e também com o incremento da coligação proporcional liderada pelo PDT, partido que indica o vice de Udo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Norival Silva pega 12 anos por corrupção passiva

Uma homenagem ao Movimento Estudantil

Sandro Silva renuncia mandato de vereador e Carlito poderá ter maioria na Câmara