Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

Polícia Federal começa a investigar flagrante de tentativa de compra de votos em Joinville

Imagem
Indícios de supostos crimes eleitorais motivaram promotoria a abrir inquérito. Candidato registra boletim de ocorrência contra o irmão

Candidato a prefeito Leonel Camasão (PSOL) também denunciou esquema à Promotoria Eleitoral na tarde desta quarta-feira

Três fatos decorrentes da veiculação de um flagrante de uma tentativa de compra de votos em Joinville ocorreram ontem. O candidato a vereador José Cardozo (PPS) registrou um boletim de ocorrência contra seu irmão e assessor, Airton Cardozo, que aparece em um vídeo tentando convencer uma produtora da RICTV Record – que se fez de interessada – a fazer parte do esquema. O flagrante foi registrado na tarde de terça-feira passada (11)

O diretório municipal do PSOL, por meio do presidente da sigla e candidato a prefeito Leonel Camasão, protocolou ontem à tarde na Justiça Eleitoral denuncia por abuso de poder econômico e compra de votos contra o candidato José Cardozo e seu irmão, Airton Cardozo.

A pedido do promotor da 19ª Zona Eleitoral de Join…

Fim de semana agitado na campanha do PSOL

Entrevistas, panfletagens e participação no dia Mundial sem Carro. Esse é o resumo do final de semana do candidato do PSOL, Leonel Camasão. No sábado, o candidato falou de suas propostas por uma hora na segunda rodada de entrevistas na Rádio Clube AM.

Em seguida, participou das atividades do Dia Mundial sem Carro, no Centro, e foi a um casamento no Boehmerwaldt, pela noite.

Já no domingo, o candidato aproveitou para preparar os novos programas de televisão e também participou de entrevista no Programa de Sérgio Silva, na TV brasil Esperança.

Leonel concede entrevista ao Jornal do Almoço

Imagem
“A gente vai precisar de parcerias”
Candidato à Prefeitura de Joinville pelo PSOL, Leonel Camasão foi o entrevistado de ontem do “Jornal do Almoço”, da RBS TV. Concorrendo pela segunda vez a um cargo público, voltou a defender a tarifa zero para a passagem de ônibus. Falou ainda em propostas para a saúde, a educação e uma reforma administrativa. Confira, a seguir, trechos da entrevista.
Jornal do Almoço – O senhor propõe que o sistema de transporte coletivo tenha a gestão retomada pela Prefeitura. Hoje, a administração está sob a responsabilidade de empresas privadas. Como pretende fazer isso?

Leonel Camasão – Muita gente confunde essa proposta com a estatização do sistema. E não é isso. A gestão do sistema vai ser feita pela Prefeitura, mas a operação continuará sendo feita pelas empresas privadas, que vão ser selecionadas a partir do novo processo de licitação.

JA – Quais as vantagens desse modelo?

Camasão – É que a Prefeitura tem controle maior do que entra e sai do sistema e um control…

Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina lança nota de repúdio contra manifestações homofóbicas no Jornal da Cidade

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC) publicou uma nota de repúdio contra as manifestações homofóbicas publicadas no Jornal da Cidade pelo colunista e editor João Francisco da Silva, que citava preconceituosamente o beijo entre dois homens exibido na propaganda eleitoral do PSOL Joinville. (Entenda o caso - link).

Na nota, o SJSC classificou o episódio como “absurdo” e afirmou que “o diretor e colunista de um jornal de Joinville abusou de sua condição para estimular a homofobia e proferir ataques contra um candidato a prefeito que é jornalista e diretor do SJSC”.

As declarações publicadas no Jornal da Cidade ferem diretamente o Código de Ética dos Jornalistas, pelo menos em três artigos:

Artigo 6º, VIII: “é dever do jornalista respeitar o direito à intimidade, à privacidade, à honra e à imagem do cidadão”
Artigo 10: “a opinião manifestada em meios de informação deve ser exercida com responsabilidade”
Artigo 12, III: “o jornalista deve tratar com respeito todas as pessoas men…

Leonel assina compromisso com reivindicações dos servidores municipais

O candidato Leonel Camasão protocolou na última semana uma resposta às reivindicações dos servidores públicos municipais de Joinville. O Sinsej, sindicato da categoria, enviou ofício aos candidatos a prefeito com uma lista de reivindicações.

Leonel foi o único candidato que assumiu, textualmente, compromisso com todas as reivindicações dos servidores municipais. No ofício em resposta ao Sinsej, o socialista afirma "total apoio e compromisso com as reivindicações dos servidores municipais de Joinville e esperamos, caso eleitos, ter uma relação fraterna, transparente e baseada no diálogo com o sindicato".

Em outro trecho, Leonel critica a legislação, como a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). "São mecanismos criados contra os trabalhadores, para garantir apenas a estabilidade de um regime que excluí milhares de pessoas dos seus direitos", afirma o documento.

Dentre os candidatos, Marco Tebaldi (PSDB) foi o único que não respondeu ao Sinsej.

Leia na íntegra a resposta d…

Direito de resposta: Nota oficial da campanha Leonel 50 sobre os ataques do Jornal da Cidade

O texto abaixo foi enviado à Justiça Eleitoral no pedido de direito de resposta formulado pelo PSOL contra o jornal da cidade. O juiz Yon Thostes deferiu parcialmente o pedido do PSOL, obrigando o veículo a publicar apenas um terço do texto original. Leia a resposta completa abaixo.

DIREITO DE RESPOSTA
Qualquer argumento contra o amor é um argumento vazio. É preconceito.
E o preconceito é filho da ignorância e irmão da violência.

Zélia Duncan
Sobre as ofensas publicadas neste jornal, nas edições de número 50 e 51, contra o candidato a Prefeito de Joinville Leonel Camasão e contra a população LGBT, nas colunas dos comunicadores João Francisco da Silva (João Francisco) e Antônio Alberto Gouveia Gebaile (Beto Gebaili), o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) vem esclarecer a verdade dos fatos aos leitores deste periódico.

Sobre as ofensas ao candidato Leonel Camasão

O colunista João Francisco coloca em dúvida a vida pregressa do candidato Leonel Camasão, fazendo calúnias sobre a sua vida profis…

Leonel faz panfletagem na Univille

Os candidatos do PSOL a prefeito e vice-prefeito de Joinville, Leonel Camasão e Gabriel Chati, realizaram panfletagem em frente à Universidade da Região de Joinville nesta sexta-feira. Na ocasião, Leonel e Gabriel puderam conversar com os estudantes, receberam mensagens de apoio e dialogaram com os alunos sobre os problemas da cidade.

"A recepção foi muito positiva.

Vídeo: você quer ficar rico ou quer mudar o mundo?

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=8g5Dey0s4Vk]

Justiça Eleitoral determina publicação de direito de resposta no Jornal da Cidade

Imagem
[caption id="attachment_704" align="alignleft" width="200"] Leonel e Gabriel protocolam direito de resposta na Justiça[/caption]

A Justiça Eleitoral de Joinville determinou a publicação do direito de resposta do PSOL no Jornal da Cidade, após as ofensas proferidas pelo semanário ao candidato  Leonel Camasão. Para o juiz Yon Thostes, "o que se realizou foi uma série de ofensas pessoais que em nada estão amparadas pelo livre exercício de expressão uma vez que são manifestamente abusivas e despropositadas".

Desde que o PSOL exibiu um beijo entre duas pessoas do mesmo sexo no horário eleitoral, o periódico tem dedicado boa parte de seus espaços para atacar o PSOL e a comunidade LGBT, fato pelo qual, se tornaram reús em Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC).

A resposta do PSOL, com cerca de 1.300 caracteres, deverá ser publicada na próxima edição impressa e digital do Jornal da Cidade. Seis horas após a publicação, …

Jornal da Cidade "abusou de sua condição para estimular a homofobia", diz Sindicato dos Jornalistas

Por que mereço ser prefeito de Joinville - A Notícia

Imagem
Há quatro anos, Joinville provou que não queria mais ser governada pelos de sempre. Mais de 170 mil pessoas votaram no candidato que representava a mudança. Representava o rompimento com as velhas maneiras de se fazer política em nossa cidade. Infelizmente, esse voto de confiança foi traído.

Essa frustração gera um sentimento de revolta, que leva muita gente a pensar que os governos passados eram melhores. Isso não é verdadeiro. O atual governo é ruim, sim. Mas os governos passados são piores ainda.

Se é verdade que o atual governo é ruim, é também verdade que, nos governos passados, a corrupção ocorria a olhos nus: secretários presos, vereador preso, vereador tentando subornar jornalistas. O verdadeiro caos.

Por isso, o PSOL apresenta nestas eleições uma campanha diferente, pela mudança, de verdade. Uma campanha que não aderiu ao balcão de negócios da velha política. Uma campanha com princípios, com ideologia, com projetos para a cidade.

Eu sou candidato a prefeito porque acredito que Jo…

Leonel apresenta propostas aos estudantes da Católica

Cerca de 120 estudantes da Católica de Joinville puderam ouvir as propostas do PSOL para a cidade na noite de ontem, na Mitra Diocesana. Saúde, educação, saneamento e planejamento urbano eram os quatro temas principais do evento Marco Zero, promovido pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE).

Em 20 minutos, Leonel pode discorrer sobre estes quatro temas principais. Defendeu que o planejamento urbano da cidade deve priorizar dois eixos: o uso e a ocupação do solo e a política de mobilidade. Defendeu o IPTU progressivo como maneira de diminuir a influência da especulação imobiliária e a realização do Congresso da Cidade para que a população planeje junto o destino de Joinville. Na área de mobilidade, Leonel citou as campanhas do PMDB em Florianópolis e do PT em São Paulo, que trazem propostas semelhantes a do PSOL em Joinville. "Quando falamos em bilhete único mensal ou em tarifa zero em Joinville, alguns tentam nos colocar a pecha de malucos. Mas os candidatos do PMDB em Florianó…

Nota de repúdio da ADEH contra o Jornal da Cidade

A ASSOCIAÇÃO EM DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS COM ENFOQUE NA SEXUALIDADE DA GRANDE FLORIANOPOLIS/SC - ADEH, fundada em 19 de março de 1993, pessoa jurídica de direito privado sem fins econômicos, democrática, pluralista que luta contra todas as formas de discriminação, de desigualdades. Defensora IGUALDADE, DIVERSIDADE, SOLIDARIEDADE, PLURALIDADE, TRANSPARÊNCIA, PARTICIPAÇÃO, LIBERDADE, SUSTENTABILIDADE, DEMOCRACIA e HORIZONTALIDADE vem, por meio desta, REPUDIAR as graves ofensas proferidas pelo Jornal da Cidade, de Joinville, contra a população de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

O referido jornal, por meio da coluna de seu editor chefe, João Francisco, ao comentar a exibição de um beijo entre dois homens no horário eleitoral do PSOL, afirma:

“Nojento aquele beijo gay exibido no programa eleitoral do Leonel Camasão, do PSOL. Tão asqueroso quanto alguém defecar em público ou assoar o nariz à mesa. Gostaria de saber qual a necessidade de exibir suas preferências sexua…

Leonel faz panfletagem e caminhada no bairro Petrópolis

O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, participou neste sábado de uma panfletagem no bairro Petrópolis. De casa em casa, Leonel e os militantes do PSOL conversaram com os moradores do bairro. O trajeto percorrido incluiu as ruas Pinheiro Preto, Rua dos Aimorés, Rua dos Tabajaras, Rua dos Radialistas, Avenida Paulo Schroeder, entre outras.

Leonel, que morou no bairro Petrópolis entre 2001 e 2010, pode conversar com antigos vizinhos, amigos e apoiadores no bairro. "Recebemos muitas mensagens de apoio, isto é muito importante para nós", afirma o candidato. Leonel deverá voltar ao Petrópolis para fazer novas caminhadas pelo bairro em áreas ainda não atingidas neste final de semana.

Jornalista homofóbico é processado pelo Ministério Público de Santa Catarina

Imagem
[caption id="attachment_795" align="alignleft" width="300"] Promotora Simone Cristina Schultz, da promotoria de Direitos Humanos e Cidadania. Foto: ClicRBS[/caption]

A Promotoria de Direitos Humanos e Cidadania do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) ajuizou, nesta quinta-feira, uma Ação Civil Pública contra o periódico Jornal da Cidade e contra o comunicador João Francisco da Silva, ambos de Joinville. A ação, proposta pela promotora Simone Cristina Schultz, pede a retirada imediata de circulação da edição número 50 do Jornal da Cidade, tanto em meio físico quanto na internet, por conta das ofensas publicadas à população de Lésbicas, Gays, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT).

O documento solicita ainda a aplicação de multa diária de R$ 10 mil reais em caso de descumprimento da decisão; a veiculação de programas de direitos humanos produzidos e/ou indicados pelo MP em conjunto com associações reprentativas dos LGBTs; indenização de 300 salár…

Ataques homofóbicos ao PSOL ganham destaque na imprensa nacional

Imagem
[caption id="attachment_783" align="alignleft" width="300"] G1 foi um dos portais que repercutiu o caso. Foto: reprodução[/caption]

Os ataques homofóbicos proferidos pelo Jornal da Cidade em 31 de agosto ganharam repercussão nacional nesta quarta-feira, 5 de setembro. Diversos portais de internet, jornais e veículos de comunicação repercutiram o caso após o deputado federal Jean Wyllys enviar uma nota de solidariedadeao candidato Leonel Camasão.

O Portal Terra foi um dos primeiros veículos a publicar a notícia. Em entrevista ao portal, o comunicador João Francisco da Silva, autor dos ataques homofóbicos, volta a comparar um beijo entre pessoas do mesmo sexo a alguém "cagando de porta aberta".

"Vamos esperar que a Justiça diga quem tem razão. Sou o editor do jornal , o beijo gay é uma coisa asquerosa. Não somos contra gay, não somos homofóbicos, mas se tivesse um sujeito cagando de porta aberta, um casal hétero fazendo sexo na sala da tua casa,…

Nota da Liderança do PSOL sobre suspensão dos trabalhos da CPMI Cachoeira/Delta

Nesta terça-feira (03), uma reunião entre alguns líderes partidários deliberou suspender os trabalhos da CPMI que investiga o contraventor Carlos Cachoeira e suas relações com agentes públicos e privados até o final do processo eleitoral.

Segundo o presidente da CPMI, esse interstício será “aproveitado” para análise de documentos internos e para preparação de um primeiro esboço de relatório final a ser apresentado na retomada dos trabalhos da Comissão de Inquérito.

A Bancada do PSOL no Congresso Nacional, representada pelo Senador Randolfe Rodrigues e pelo líder Deputado Chico Alencar, repudia a suspensão e entende este ato como mais uma manobra dos partidos governistas e da oposição conservadora para desvirtuar os trabalhos da Comissão e não ir ao fundo das investigações.

Há fortes indícios de que empresas, notadamente a DELTA Construções, estabeleciam operações com empresas “laranjas” para financiar campanhas políticas e “influenciar” resultados de licitações de obras públicas, tendo n…

Justiça nega pedido de direito de resposta contra PSOL

Imagem
A Justiça Eleitoral negou o pedido de resposta da coligação "Joinville melhor para todos", liderada pelo candidato Carlito Merss (PT), que pretendia tirar do ar o programa do PSOL sobre corrupção. O programa, veiculado há uma semana no horário eleitoral, fazia uma comparação entre as candidaturas de Tebaldi e Carlito, mostrando ao eleitor como elas estão "enroladas na Justiça".

Na ação movida pelo PT, a coligação acusou o PSOL de divulgar “conteúdo ofensivo” e de “incutir nos eleitores” a informação de que Carlito Merss seria “ficha suja”.

A decisão do juiz Roberto Lepper foi na contramão deste raciocínio. "Em momento algum, afirmou-se expressamente que os representantes teriam "ficha suja" , sendo que as imagens exibidas pelos representados não passaram de uma forma lúdica de externar a crítica que dirigiam aos representados, por fatos reais e amplamente noticiados", escreve o juiz na decisão.

Leonel comemorou a decisão. "É muito importante e…

PSOL comunica Promotoria de Direitos Humanos por ataques homofóbicos do “Jornal da Cidade”

Imagem
O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, enviou cópias da edição número 50 do Jornal da Cidade à promotoria de Direitos Humanos e Cidadania do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). O jornal publicou em sua edição de 31 de agosto graves ofensas não só ao candidato do PSOL, mas também, à toda população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e trasngêneros).

O comunicador João Francisco, editor-chefe do jornal, promove diversas ofensas ao candidato do PSOL em sua coluna. Classifica-o como “infantil”, “sem propostas factíveis” e “raivoso”. Além disso, afirma que a atitude de exibir um beijo entre dois homens no horário eleitoral é uma “tara” ou “psicopatia”. A coluna ainda coloca em dúvida se Leonel Camasão é de fato um jornalista.

Ainda na mesma coluna, o comunicador compara o beijo gay com algo “escatológico”. “Nojento aquele beijo gay exibido no programa eleitoral do Leonel Camasão, do PSOL. Tão asqueroso quanto alguém defecar em público ou …

Artigo: Beijo entre homens faz mal ao fígado

POR JOSÉ ANTÓNIO BAÇO

Na semana passada, numa troca de comentários aqui no Chuva Ácida, o candidato a prefeito Leonel Camasão chamou a atenção para o beijo entre dois homens no filme do PSOL. E eu respondi: “Aquela imagem do beijo gay tem tudo para ser um sucesso de público e crítica na liberalíssima Joinville. Cuidado que em vez de prefeito ainda te elegem Joana D'Arc e te atiram para a fogueira”.

Era um comentário em tom de brincadeira, claro. Mas que continha um certo grau de previsibilidade. Porque o tal beijo fez os Torquemadas joinvilenses saírem à rua (hoje a ágora são as redes sociais). O que não surpreende, em se tratando de uma cidade onde a frase “virtude pública e vício privado” devia ser o lema inscrito na bandeira.

O fato é que o beijo do PSOL provocou uma pequena escandaleira. Teve gente que empunhou o tacape e saiu das cavernas para mostrar indignação. Lembro de ter lido o comentário de uma senhora que não achava aquilo natural. Um sujeito que achou a coisa perigosa p…

Semana de campanha nas universidades

Imagem
[caption id="attachment_746" align="alignleft" width="300"] Estudantes de Direito declaram apoio e posam para a foto com Leonel após o debate na Sociesc[/caption]

Nesta semana, o candidato Leonel Camasão, acompanhado de militantes do PSOL, fez campanha em algumas universidades da cidade, onde pode conversar com os universitários sobre as propostas para o ensino superior e para a mobilidade urbana, que influencia diretamente no acesso à educação.

Leonel visitou as universidades na Univille, na ACE, no Bom Jesus/Ielusc e na Sociesc. A panfletagem na FCJ foi cancelada por causa da chuva.

O Plano de Governo do PSOL conta duas propostas que implicam diretamente na educação superior. O PSOL se propõe a trabalhar e reforçar a luta pela federalização da Universidade da Região de Joinville (Univille), que já conta com a infra-estrutura adequada e diversos cursos.

Leonel já se posicionou diversas vezes contra a construção da UFSC na região da Curva do Arroz, às margens…