Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Chuva Ácida: Pelo fim do estelionato eleitoral

POR LEONEL CAMASÃO*

 O Código Penal Brasileiro define o estelionato como um crime de ordem econômica. O famoso artigo 171 define o estelionato como a ação de obter para si ou para outro, vantagem ilítica, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento". Esta definição, mesmo que se refira ao campo econômico, cabe muito bem nas últimas movimentações eleitorais do PSD em Joinville.

Mesmo após o PSOL, o qual presido, negar apoio nem a Kennedy nem a Udo por motivos meramente ideológicos, a campanha do PSD encomendou um lote de 200 adesivos, como o da imagem no fim do texto. Mesmo não dizendo diretamente que o PSOL apoia o PSD, o adesivo mais confunde do que explica, induzindo o eleitor ao erro. Ou seja, fazendo com que o eleitor pense que o PSOL apoia Kennedy no segundo turno. O que é uma bela mentira. O artifício também nos programas de rádio e televisão do candidato do ex-PFL/ex-DEM/ex-ARENA.

As atuais pesqu…

Prefeito eleito do PSOL anuncia corte nos próprios salários

Imagem
O primeiro prefeito eleito pelo PSOL no Brasil anunciou, nesta sexta-feira, que uma das suas primeiras medidas administrativas será o corte de salários dele próprio e dos secretários municipais.

Gelsimar Gonzaga, eleito pelo PSOL em Itaocara (RJ), fez o anúncio ao visitar a sede da Universidade Federal Fluminense (UFF). Ele foi pleitear um campus da universidade para a cidade. Outro ação que mostra a diferença do governo do PSOL é o anúncio de que o Secretário de Educação do município será eleito pelos professores da rede municipal.

Servidor público municipal e atual presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Itaocara, Gelsimar surpreendeu ao vencer as eleições. Com apenas R$ 20 mil, ele desbancou os candidatos tradicionais do PR e do PMDB.

Uruguai torna-se segundo país da América Latina a descriminalizar o aborto

Imagem
O Senado do Uruguai votou e aprovou nesta quarta-feira o projeto de descriminalização do aborto, já tornado lei pela Câmara dos Deputados. A lei, aprovada por 17 votos a favor e 14 contrários, torna o Uruguai o segundo país na América Latina após Cuba a permitir o aborto livre nos primeiros três meses de gravidez. Com a modificação da lei, o Uruguai torna-se o segundo país na América Latina a permitir o aborto. Até então, o aborto legal e seguro era permitido apenas em Cuba.

O presidente José Mujica disse que sancionará a lei. A lei descriminaliza o aborto mas exige que as mulheres justifiquem a decisão frente a um painel de especialistas e esperem cinco dias antes de confirmar que querem prosseguir com o procedimento. A Justiça não poderá intervir, exceto no caso de menores de idade, as quais deverão solicitar uma permissão do judiciário para abortar, com ou sem o consentimento dos pais. As mulheres estupradas que engravidem por causa do estupro poderão abortar livremente durante as…

Juiz determina suspensão da Conferência da Cidade prevista para hoje

Imagem
Roberto Lepper entendeu que atuais regras do evento são antidemocráticas e permitem a participação no Conselho apenas aos empresários

O juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública de Joinville, Roberto Lepper, concedeu uma liminar suspendendo a Conferência da Cidade, prevista para ocorrer na noite desta quarta-feira, em Joinville.

No entendimento do juiz, as regras impostas pela Prefeitura de Joinville, através do Ippuj, permitem que apenas os empresários participem do Conselho, o que, para ele, é uma medida "descabida".

"Pelo mencionado Regimento, volto a frisar, somente os representantes de empresas é que poderão ser eleitos para comporem o conselho que definirá normas de direito urbanístico municipal (Conselho da Cidade), cabendo aos cidadãos atuar como meros figurantes neste trâmite", afirma a decisão.

A decisão do juiz ocorreu após um grupo de cidadãos e associações de moradores proporem uma ação popular contra a Prefeitura. Para estas entidades, havia a necessidade de…

Sesc recebe a semana Brecht no Cinema

Imagem
O Sesc Joinville iniciou nesta terça-feira a Semana Brecht no Cinema, que traz obras cinematográficas inspiradas nos textos do dramaturgo alemão Bertold Brecht. Seus trabalhos tem grande influência, até hoje, no teatro contemporâneo.

Hoje, serão exibidos os filmes Os Carrascos também morrem (Hangmen also die!), de Fritz Lang, e Os Mistérios de uma Barbearia (Mysterien eines Frisiersalons), do próprio Brecht em parceria com Erich Engel.

As exibições são gratuitas e começam às 19h30.

Evento no Facebook

Ciclistas de Joinville fazem protesto pacífico uma semana após atropelamento de grupo

Imagem
Um protesto pacífico para pedir paz no trânsito reuniu cerca de 100 ciclistas, integrantes dos grupos Pedala Joinville e Pedal da Sônia, na noite desta segunda-feira, exatamente uma semana após o casal de ciclistas Sônia Paranhos e Geanvittório Toniolo serem atropelados por um motorista em um posto de combustíveis na rua Marquês de Olinda, no América, em Joinville.

 O casal participou do protesto, Gean pedalando, já que se recuperou do atropelamento, e Sônia, de carro. Ela está com uma costela quebrada e precisa ficar de repouso. — Não pensei que fosse tão difícil, mas é complicado para deitar, levantar, não dá para rir e nem espirrar. Sem falar que eu não posso escutar uma cantada de pneu que eu já me escondo — disse.

Com a escolta de um carro do Instituto de Trânsito e Transporte de Joinville (Ittran), os ciclistas iniciaram o protesto em frente ao Centreventos, na Beira-rio, em seguida passaram pela Max Colin até chegar à Marquês de Olinda, onde pararam em frente a uma loja de es…

Em troca de cargos, PT decide apoiar Kennedy no 2º turno

Imagem
A maioria dos partidos que apoiaram a candidatura de Carlito Merss (PT) no primeiro turno decidiram, nesta segunda-feira,apoiar o candidato do PSD, Kennedy Nunes, no 2º turno.

Nas palavras do ex-coordenador de campanha do PT, Eduardo Dalbosco, "o governo do PMDB não teria espaço para nós". Os partidos que agora apoiam Kennedy já receberam a promessa de cargos, caso o candidato pessedista ganhe as eleições.

Além dos partidos que apoiaram Carlito no primeiro turno (PT, PP, PR, PCdoB e PRB) somam-se ao projeto de Kennedy também o PSDB de Marco Tebaldi, selando uma exótica aliança em nossa cidade. Em caso de vitória, Kennedy já contaria com maioria na Câmara de Vereadores.

PSOL e Esquerda Marxista decidem não apoiar nenhum dos candidatos

A Direção Municipal do PSOL decidiu, na última semana, não apoiar nenhum dos candidatos no segundo turno. Em nota, o partido afirmou:

O PSOL não se vê representado por nenhuma das duas alternativas e por isso não apoiaremos nem indicaremos votos…

Bucarein dá melhor resultado nas urnas ao PSOL

Imagem
Candidato Leonel Camasão marcou 6,38% dos votos válidos no bairro. Na média geral, socialista obteve 4,15% dos votos

Os moradores que votam no bairro Bucarein foram os que mais confiaram em um projeto de mudança para Joinville. Foi neste bairro que o PSOL obteve seu melhor resultado proporcional na corrida pela Prefeitura da cidade.

Com 6,38% dos votos válidos no bairro, o candidato Leonel Camasão obteve  173 de 2.713 possíveis. Além do Bucarein, apenas outros cinco bairros deram mais de 5% dos votos para o PSOL: Anita Garibaldi (5,77%), América (5,59%), Espinheiros (5,24%), Guanabara (5,16%) e Centro (5,02%). O percentual do PSOL, considerando toda a cidade, foi de 4,15%.

Em contrapartida, o pior desempenho dos socialistas nestas eleições ocorreu no Cubatão, na Zona Norte da cidade. Por lá, o PSOL marcou apenas 1,57% dos votos. Foi também nas regiões do Rio Bonito e Quiriri que o partido fez menos de 2% dos votos, marcando 1,67 e 1,74%, respectivamente.

Reveja os programas eleitorais do PSOL Joinville

Imagem

Blog está de volta

Passado o período eleitoral, nosso blog volta a receber atualizações cotidianas. Quero aproveitar para agradecer mais uma vez os mais de 10.017 votos recebidos nessa jornada. Fica aqui meu muito obrigado. Agora, é concentrar energias na organização popular, no trabalho e na família.

Votação em vereadores do PSOL cresce quatro vezes, mas ainda é insuficiente

Imagem
A soma dos votos nos candidatos a vereador e na legenda do PSOL cresceu mais de quatro vezes, em comparação às eleições de 2008. Se há quatro anos, os cinco candidatos socialistas somaram apenas 498 votos, em 2012 esse número saltou para 2.052 votos.

Ainda assim, o partido ficou longe de eleger seu primeiro vereador na cidade. Para tal feito, seriam necessários mais de 15 mil votos.

Além de ampliar a soma geral dos votos, o PSOL tornou-se o quinto partido em votos de legenda, perdendo apenas para PSD, PMDB, PT e PSDB. Se em 2008, o PSOL havia marcado apenas 75 votos de legenda, em 2012, este número passou para 724. 

Com esta votação, o PSOL ultrapassou partidos tradicionais, como PP, PDT e o DEM.

PSOL elege seu primeiro vereador em Santa Catarina

O ano de 2012 ainda é marcado não apenas pelo crescimento do PSOL em Joinville, mas também, em Santa Catarina. O ex-deputado Afrânio Boppré foi eleito vereador em Florianópolis, com a décima maior votação entre os 368 candidatos concorrentes.

Nota do PSOL sobre o segundo turno das eleições em Joinville

Imagem
O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) quer agradecer e ao mesmo tempo dividir a alegria do resultado eleitoral obtido na eleição municipal de Joinville em 2012. Nossa candidatura, representada por Leonel Camasão, conseguiu desmontar estereótipos e ao mesmo tempo, se posicionar de maneira firme a respeito dos grandes temas da nossa cid
ade, obtendo 10.017 votos para a campanha majoritária e 2.052 votos para a eleição proporcional.

O debate político no primeiro turno revelou a diferença entre o projeto apresentado pelo PSOL e os projetos das demais candidaturas - praticamente idênticos, salve algumas nuances. Nossa cidade vive um momento histórico, onde temas centrais, como a licitação do transporte coletivo e a Lei de Ordenamento Territorial, serão decididos, ao que tudo indica, em desfavor dos moradores da nossa cidade.

Neste segundo turno, o PSOL não se vê representado por nenhuma das duas alternativas e por isso não apoiaremos nem indicaremos votos em nenhuma delas. N…

Leonel Camasão recebe mais de 10 mil votos em Joinville

Imagem
O candidato do PSOL à Prefeitura de Joinville, Leonel Camasão, teve uma surpreendente votação neste domingo, 7 de outubro, nas eleições municipais. Com exatos 10.017 votos, o candidato socialista ficou em quarto lugar na disputa, mas surpreendeu justamente pela expressiva votação, marcando 4,15% dos votos válidos.

Leonel ficou à frente apenas do candidato do PT, Carlito Merss, que teve a candidatura cassada pela Justiça Eleitoral. Cortejado pelos candidatos que passaram ao segundo turno, Leonel já adiantou que a posição do PSOL será a neutralidade.

"O PSOL tirou uma resolução política pela neutralidade. Orientamos nossos filiados ao voto nulo, mas entendemos que os eleitores do PSOL tem liberdade e autonomia para decidir, de acordo com a sua consciência, o melhor caminho para Joinville", afirmou.




Resumo das propostas

Imagem

Compartilhe a mudança!

Imagem

Para mediador, Leonel é o melhor no debate da RIC-RECORD

Osny Martins

Se a corrida sucessória em Joinville está nivelada, o debate de ontem da RIC TV Record acompanhou esta realidade. Também foi nivelado. Mas por “nivelado” não se entenda que foi morno. Muito pelo contrário. Não teve nada de apático. Entretanto, para quem apostava em baixaria, caiu do cavalo. Não houve baixaria. Houve, isto sim, perguntas com grande noção de picardia – necessária para um programa como o que se realizava, bem como inteligência dos candidatos nos mais diferente temas levantados.

Há quem diga que o nível foi mantido até por causa da presença nos estúdios, durante todo o tempo, do juiz eleitoral dr. Yhon Tostes. Sinceramente, acredito que não. Os candidatos se portaram de forma contida pela própria natureza das regras, da platéia, dos oponentes presentes. Qualidade não faltou, perguntas fortes também não faltaram, indagações provocativas igualmente estiveram em pauta e, claro, muitas promessas e apresentações de projetos, ideias, programas pra isso e aquilo.

Antes…